Mais uma vez assembleia dos credores da Comil é suspensa

 

Na tarde desta quinta-feira (14) estava marcada mais uma assembleia dos credores da Recuperação Judicial da Comil, que acabou sendo adiada para daqui 60 dias. Desta vez a assembleia foi suspensa em função de dois bancos que tinham um crédito a receber empresa e acabaram vendendo para dois fundos de investidores.

“Os bancos Votorantim e Itaú tinham para receber R$ 72 milhões e acabaram vendendo, estimamos que por menos de R$ 10 milhões. Com isso tivemos que reiniciar as negociações com esses dois grupos. Durante a semana fomos a São Paulo conversar com os investidores. Ontem, quarta-feira 13, eles estiveram na empresa para conhecer melhor o projeto e já entregamos uma proposta que deverá ser analisada, para na próxima assembleia realizarmos um acerto”, disse o Advogado da Comil, Silvio Luciano Santos.

Por A Redação. 

Comentários estão fechados.