Aratiba se prepara para o turismo com o asfaltamento da RS 420

Nesta sexta-feira (13) será dado o pontapé inicial de uma grandiosa iniciativa do município de Aratiba. As 15h, na comunidade de Lajeado Ouro, acontecerá a assinatura da ordem de serviço da obra de pavimentação da RS 420.

Em entrevista à Rádio Cultura, o prefeito de Aratiba, Guilherme Granzotto, falou sobre o que o investimento representa para o município e região. “Essa é uma importante conexão com Santa Catarina. Hoje, a região do Alto Uruguai gaúcho tem cerca de 350 mil pessoas, o oeste catarinense é pujante e este será um corredor de desenvolvimento. Sem contar que Seara conta com 48 mil habitantes, Arabutã é a capital do suíno, Xavantina é a segunda maior produtora e essa conexão dialoga com Erechim”, exemplificou.

Ainda comentou que era preciso se desafiar e realizar este investimento, para as pessoas perceberem que é bom investir em Aratiba, residir e automaticamente o turismo começa a nascer, fazendo a cidade crescer e ter mais recursos.

O asfaltamento é aguardado há mais de 30 anos pela comunidade e só será realizado porque o Governo Municipal assumiu o investimento. Os 17,2km que ligam Aratiba à Itá, está orçado em R$ 16,4 milhões. “Nossa maior emenda para essa obra vem de Santa Catarina, o deputado Pedro Francisco Uczai dará R$ 5000 mil, por entender que desenvolve toda a região. Não temos representantes, então os recursos vem de fora. Porém, a anestesia não cura, o que cura é a operação em si. A anestesia faz você não sentir dor. As emendas pingadinhas para a região são uma anestesia e logo, volta a necessidade novamente”, afirmou.

Complementou dizendo que precisamos de uma mudança urgente: “ou a gente tem uma emenda, um projeto que realmente cure a situação do município ou, a saúde de Erechim do hospital Santa Terezinha, o asfaltamento de Aratiba e tantas outras demandas, continuarão a receber os pingados”.

A obra passou por diversos estudos, dentre eles, um realizado pela URI Erechim, analisando o município de Barão de Cotegipe após a ligação asfáltica, Barracão, com a construção da ponte e conexão com Santa Catarina. “Os estudos dão conta que em 10 anos Barão de Cotegipe aumentou a população em 1500 pessoas e triplicou a receita, Barracão em 5 anos , 400 pessoas e, aumento considerável na receita. Isso quer dizer que Aratiba tem que começar a produzir atrativos, dar ênfase aos orgânicos e turismo, fazendo jus a essa ligação”.

Aratiba conta atualmente com uma empresa especializada na certificação dos orgânicos e nove grupos trabalhando somente neste setor que também faz parte da rota dos orgânicos.

“Agora é hora de trabalharmos com as nossas potencialidades, Itá tem hoje a maior taxa de retorno de pessoas do Brasil. Só que as pessoas não querem ficar somente em Itá, elas desejam realizar passeios. Por isso, Erechim e Aratiba tem que pensar nesse potencial. São 92 mil pessoas mês que passam por lá. Sem esquecer, que Itá vê com bons olhos tais investimentos, todos saem ganhando”, finalizou Granzotto.

Por Carla Emanuele 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais