Espetáculos gratuitos para adultos e crianças até sábado

O Festival de Teatro de Erechim – Âmbito Estadual, que iniciou na segunda-feira (10), segue com programação que contempla os públicos adulto e infantil. Os espetáculos no Centro Cultural 25 de Julho são abertos ao público, bastando retirar os ingressos, que são limitados, no Departamento de Cultura, Esporte e Turismo. O Festival encerra no próximo sábado, dia 15.

Peças teatrais de hoje, quarta-feira:

14h30 (adulto) – Pra quem não sabe onde vai qualquer caminho serve – Cia de Palhaços Clowcando de Santa Maria.

Sinopse: Quais as consequências de um termino de relacionamento? Depressão? Busca de um novo amor? Ou talvez a tomada de providências sem volta! Expulso de casa, o palhaço Cabeça passa por esta situação. E então, prontos para rir da desgraça alheia?

19h30 (adulto) – Mahagonny: cidade arapuca – Cia Arapuca de Porto Alegre.

Sinopse: Adaptação da peça “Ascensão e Queda da Cidade de Mahagonny” de Bertold Brecht. A peça conta a história da fundação e da ruína de uma cidade fictícia chamada Mahagonny, uma associação direta aos grandes centros urbanos onde as relações sociais estão interligadas com o consumo, com a ideia de um prazer que pode ser adquirido por um meio de pagamento. Após a ameaça de um furacão, os habitantes vão ao extremo e decidem que tudo é permitido, desde que se tenha dinheiro para pagar.

Peças teatrais de amanhã, quinta-feira:

14h30 (infantil) – Junho: uma aventura imaginária – Grupo Nômade Teatro e Pesquisa de Gravatai.

Sinopse: Para ser protegido de uma maldição, o menino Junho Frank é enclausurado no castelo junto à mãe, ao tio e a tia. Sem contato com outras crianças de sua idade, Junho inventa suas próprias histórias e passa horas lendo livros e conversando com os Frank sobre aquilo que está escrito neles. No entanto, quando o seu tio Cosme retorna de uma viagem com um livro misterioso que conta a história da Família Frank ao longo dos séculos, o castelo e a prisão do menino transformam-se em uma grande e divertida aventura em busca de suas próprias origens com novos e instigantes personagens. Junho: uma aventura imaginária é uma peça que fala sobre identidade, imaginação e a aceitação de todos aqueles que são diferentes, com muita emoção e aventura, trazendo à tona um universo infantil de curiosidade, amor pela leitura e empatia para com o outro.

19h30 (adulto) –  Diário de um louco – Cia Teatral Yesplim de Osório.

Sinopse: Baseado no conto russo do escritor Nicolai Gogol, o espetáculo conta as
desventuras de um funcionário público desesperado de paixão pela filha do chefe, que cria para si um trono, na tentativa de superar toda a mediocridade de sua
existência. Toda a peça é narrada por este personagem. Os questionamentos
sobre burocracia do seu trabalho, o funcionalismo público e o poder, vistos pela
ótica do mais frágil, que ambiciona tanto ser alguém e assim conquistar a Sophie, a
filha do chefe, que seria o símbolo da sua felicidade e sucesso social. Com a
decepção de ser visto de maneira ridícula por sua amada, ele embarca em uma
realidade paralela e a partir de uma nota do jornal acredita ser o novo Rei da
Espanha. Na verdade ele foi internado em um hospício, seus súditos são internos e
ele sofre fortes torturas e humilhações. No fim, sua única saída é refugiar-se na
loucura.

 

 

Comentários estão fechados.