Produção de tomates de Aratiba é de mil toneladas

Aratiba deu inicio nesta semana a colheita da primeira safra de tomates. A estimativa para este ano é uma colheita de aproximadamente mil toneladas.

A cultura do tomate em Aratiba é novidade. O produtor Robson Dal Bosco se desafiou a investir na cultura da fruta e colocou o município no comércio do tomate no estado do Rio Grande do Sul.

Robson decidiu investir em Aratiba por conta do clima favorável para o cultivo. Vindo de Caçador, Santa Catarina, e de uma família que por tradição produz tomate, Robson arrendou sete hectares na comunidade de Navegantes e plantou aproximadamente 80 mil pés de tomate. “Queremos nos enraizar em Aratiba, neste ano a previsão da colheita é de mil toneladas e para o próximo ano pretendemos dobrar a produção. Foi um investimento que deu certo, hoje empregamos aqui na lavoura cerca de 20 pessoas,” contou.

De acordo com Robson 50% dos produtos usados no cultivo do tomate são biológicos. “Aqui não existe a necessidade de se usar muitos agrotóxicos porque o clima é bastante favorável, inclusive se fez uma análise das plantas na cidade de Garibaldi, e a nossa produção está apta para as vendas,” explicou.

“Enquanto governo estamos muito felizes por mais esse investimento aqui em nosso município. Agradecemos o Robson, por ter se desafiado a produzir uma cultura que é novidade em Aratiba e região. Hoje, podemos dizer que o município produz tomates e de boa qualidade,” falou o secretário de Agricultura, Lenir Amélio Chistmann.

A colheita do tomate inicia em novembro e se estende,normalmente,  até final de maio, mas a maior concentração do período de colheita é de dezembro a fevereiro.

Comentários estão fechados.