Dois grandes “abacaxis” para serem descascados pelo governo Schmidt

Até o final deste ano, o prefeito de Erechim, Luiz Francisco Schmidt tem dois grandes “abacaxis” para serem descascados. Com o anúncio da saída do secretário da Saúde Jackson Arpini, um dos melhores da sua equipe, Schmidt vai ter dificuldade para encontrar um nome dentro da atual equipe que possa ocupar o cargo. Outro problema é a possível saída do Diretor Executivo da Fundação Hospitalar Santa Terezinha Hélio Bianchi. Dificilmente, alguém vai querer assumir a direção de um hospital que não tem o respaldo do governo do Estado, que não está recebendo verbas nem para pagar os serviços prestados. E para piorar a situação, não existe nenhuma perspectiva de melhora no atual quadro econômico.

 

Por Egidio Lazzarotto

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais