Trabalho de professor da URI é destaque do Prêmio de Incentivo em Ciência do SUS  

Após ter sido aprovada com louvor pela banca examinadora, em março deste ano, a dissertação de Mestrado do professor Samuel Salvi Romero, do Curso de Graduação em Enfermagem da URI Erechim, foi selecionada entre as 20 finalistas do Prêmio de Incentivo em Ciência, Tecnologia e Inovação para o SUS, edição 2017, do Ministério da Saúde.

Intitulada “Letramento Funcional em Saúde (LFS) de Idosos”, desenvolvida no Programa de Pós-Graduação em Envelhecimento da Universidade de Passo Fundo, a pesquisa discutiu a importância de avaliação do determinante no contexto da assistência integral à saúde do idoso, com a participação de 250 pessoas. Em função do fenômeno do envelhecimento humano estar acelerado no Brasil e na realidade mundial, existe a necessidade de formação de recursos humanos qualificados e preparados para atender as demandas dos usuários idosos em suas necessidades, singularidades e vivências.

Embora o trabalho não tenha sido referenciado para recebimento do prêmio, na percepção do professor Samuel, que hoje é doutorando em Saúde Coletiva e mantém as pesquisas na temática, estar entre as 20 dissertações do país, foi um imenso reconhecimento, já que o concurso contava com 522 trabalhos inscritos nas variadas temáticas. Disseminar a importância de avaliação do Letramento Funcional em Saúde é uma forma de garantir a busca por equidade nos diversos serviços de saúde e esta característica deve ser assumida por todos os profissionais envolvido na atenção à saúde em geral. O LFS já é tema de um trabalho de conclusão de curso na graduação em Enfermagem neste ano e prevê a discussão acerca da integralidade nos contextos de saúde.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais