Por que algumas pessoas e famílias tradicionais não foram homenageadas no centenário de Erechim?

Não estou querendo questionar as famílias e pessoas homenageadas no centenário de Erechim, evidente que todas tem seu mérito. No entanto, muitas pessoas e famílias que deram sua contribuição política, econômica e social ao longo de sua vida, sequer foram lembradas.

Um dos exemplos é o senhor Olímpio Tormen, fundador do grupo Ouro Verde que hoje, gera aproximadamente 500 empregos diretos e também foi vice-prefeito. Já seu filho, Moacir Tormen, foi vereador por vários mandatos e os outros filhos, tem participação em várias entidades sociais, entre as quais a ACCIE.

Hoje, seu Olímpio tem mais de 90 anos e sequer foi lembrado no centenário de Erechim que ajudou a construir. Não é apenas a família Tormen que foi esquecida, mas tantas outras famílias e pessoas.

Por Egidio Lazzarotto

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais