Assami recebe Certificado de Responsabilidade Social 2017

Entidade foi finalista do prêmio concedido pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul com case sobre equidade de gêneros

A Associação de Amparo à Maternidade e Infância recebeu, na noite de 30 de novembro, em Porto Alegre, da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, o Certificado de Responsabilidade Social 2017. A Assami foi finalista do Troféu Tema Norteador – Destaque RS, que tinha como foco a garantia da equidade de gêneros, com o case da Incubadora Social desenvolvida no Núcleo de Desenvolvimento Social da Família, localizado no Bairro Progresso. O reconhecimento foi recebido pelo Diretor Executivo da Assami, Luiz Fernando Opitz.

O Prêmio de Responsabilidade Social é promovido pelo Parlamento Gaúcho e ocorre em parceria com entidades da Sociedade Civil representadas por uma Comissão Mista Organizadora. O reconhecimento ocorre em cinco categorias: Certificado de Responsabilidade Social, Medalha de Responsabilidade Social, Troféu de Responsabilidade Social – Destaque RS, Troféu Destaque RS Tema Norteador e o Diploma Mérito Social.

O Certificado, recebido pela Assami, é oferecido a empresas e entidades que apresentaram seu balanço social e atingiram a pontuação necessária nos indicadores avaliados pela comissão. O objetivo da premiação é incentivar no âmbito das organizações rio-grandenses, a realização de projetos voltados para o bem-estar social e para a preservação do meio ambiente, sempre na busca por uma sociedade melhor.

INCUBADORA SOCIAL

A Incubadora Social da Assami visa o empoderamento da mulher através da qualificação, orientação para o trabalho e desenvolvimento de habilidades em diversas áreas de geração de renda. Tem como propósito fornecer e equipar o espaço físico para que as usuárias produzam ou ofereçam serviços com o propósito de geração de renda, melhoria da empregabilidade e autonomia em todos seus papéis na sociedade. Busca-se atender as mulheres mais vulneráveis, a fim de melhorar simultaneamente os resultados de desenvolvimento e economia das mesmas, suas famílias e comunidades, bem como dar a elas autonomia e promover a igualdade de gêneros.

O objetivo principal é dar poder às mulheres através de ações de empoderamento e igualdade de gêneros, particularmente no tocante à igualdade do poder de tomar decisões nos níveis individual, familiar e social, de modo sustentável e com bom custo-benefício, com o potencial de crescimento gradual. Além da igualdade do poder de tomada de decisões, a igualdade econômica e espaços de trabalho. Busca possibilitar conhecimento, vivências e troca de experiências que utilizem recursos disponíveis pela comunidade, pela família e pelos demais serviços para potencializar a autonomia da mulher e possibilitar o desenvolvimento de estratégias que diminuam a dependência e promovam os vínculos familiares e comunitários tendo como base a matricialidade familiar.

A Incubadora Social conta hoje com três grupos de produção de sabão, dois grupos de produtos de limpeza biodegradáveis, que iniciaram este processo na Incubadora há sete anos. No ano de 2012, foram capacitadas 22 mulheres e jovens nos cursos de Auxiliar de Cabeleireiro, Maquiagem e Depilação; em 2013, foram realizados mais seis cursos: Cabeleireiro, Limpeza de Pele, Penteados, Designer de Sobrancelhas, Unhas Decoradas e Manicuro e Pedicuro para mais 60 jovens e mulheres vulnerabilizadas e sem condições de, por iniciativa própria, montar seu próprio negócio ou disputarem vagas no mercado de trabalho. Em 2015, foram oferecidos mais dois cursos de capacitação, Auxiliar de Cabeleireiro e Cabeleireiro, formando mais 20 mulheres para o mercado de trabalho, melhoria da renda familiar e autonomia feminina. O bairro, onde está inserida a Incubadora Social, o Progresso é um dos mais carentes da cidade com uma população em torno de 18 mil pessoas, esta é a única ação que oferece aos usuários espaço para desenvolvimento de habilidade e geração de renda.

As mulheres utilizam o Espaço Mulher, que é um salão de beleza equipado, onde elas trabalham, atendendo suas clientes, inclusive em finais de semana, e fazem o gerenciamento do local, tornando-o sustentável, com auxílio da Assami.

 

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.