COREDE Norte encaminha propostas para a próxima Consulta Popular

     Com a presença de representantes de todos 32 COMUDES (Conselhos Municipais de Desenvolvimento) o COREDE Norte realizou na manhã desta sexta-feira, 09, a primeira Assembleia Geral para definir as propostas a serem incluídas na próxima Consulta Popular a ser realizada nos dias 4, 5 e 6 de setembro, pela internet. Haverá, ainda, nos dias 4 e 5, urnas móveis eletrônicas e também via SMS. As propostas, no entanto, ainda serão discutidas nas assembleias dos COMUDEs.

         Devido aos poucos recursos disponíveis (R$ 628 mil), os líderes regionais decidiram concentrar os recursos apenas em algumas propostas, já que as áreas da segurança e saúde, por terem sido contempladas em outras Consultas, estarão fora desse pleito.

       A Assembleia, que foi conduzida pelo Presidente do COREDE Norte, professor Paulo José Sponchiado, contou com a presença de dois representantes da Secretaria Estadual de Governança, Evandro Lucas e Rosângela Pretto, que mostraram o esforço do governo em viabilizar a Consulta, apesar da queda na receita estadual. O Secretário Estadual de Governança, Cláudio Gastal, disse, em mensagem por vídeo, que os COREDEs têm papel fundamental no desenvolvimento do Rio Grande do Sul, por isso, o esforço em colocar em votação os recursos mesmo sendo menores do que os anos anteriores.

        Depois de alguns debates, a Assembleia decidiu que a cédula da Consulta terá três demandas. No entanto, elas serão propostas inicialmente pelas seis Assembleias Microrregionais, que iniciam nesta quarta-feira, 14, com as cidades de Campinas do Sul, às 9h, e Aratiba, às 14h. Na quinta-feira, 15, estão previstas as assembleias de Viadutos, às 9h, e Erechim, às 14h. Na sexta-feira, 16, acontece a assembleia em São Valentim, às 14h. Na segunda-feira, 19, às 9h, está prevista a assembleia de Getúlio Vargas.

        Posteriormente, na terça-feira, 20, haverá uma nova assembleia ampliada a ser realizada novamente na URI, que vai definir, então, as três demandas que farão parte da cédula. A mais votada é que será incluída no Orçamento Estadual de 2020.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais