Cobranças e casa cheia no encontro dos emedebistas em Erechim

Na noite desta quinta-feira (11), aconteceu o encontro regional do MDB em Erechim. Na ocasião esteve presente a direção regional do partido, inúmeros filiados, os Deputados Estaduais Gilberto Capoani e Vilmar Zanchin. O Coordenador Regional do MDB, Edgar Marmentini, repassou as orientações sobre as próximas eleições, novos diretórios e novas direções municipais.

Capoani relatou sobre as obras que o secretário dos Transportes, Juvir Costella, teria repassado que estão paralisadas por falta de recursos, sem nenhuma novidade. Já o deputado Zanchin procurou justificar porque o MDB entrou no governo de Eduardo Leite.

Na tribuna livre, os emedebista questionaram a falta de referência a RS 126 que liga Pinhalzinho até Maximiliano Almeida. Já Rafael Ayub indagou sobre a falta de um olhar para o Santa Terezinha e outras obras da região.

Juarez Sandri disse aos deputados que estaria na hora de abrir a porteira que fica perto de Passo Fundo e que inclusive, o próprio deputado Capoani acabou indo residir do outro lado da porteira.

O empresário Vanei Mafessoni, foi duro na cobrança pela rodovia 126 que liga a região Nordeste a Maximiliano Almeida. O suplente de Deputado Federal, Paulo Polis, disse que agora que o governo está liberando as emendas, as feridas que pensava estar cicatrizadas, começaram a sangrar novamente. A região está perdendo mais de R$ 100 milhões por mandato.

Por Egidio Lazzarotto

Comentários estão fechados.