Cobranças e casa cheia no encontro dos emedebistas em Erechim

Na noite desta quinta-feira (11), aconteceu o encontro regional do MDB em Erechim. Na ocasião esteve presente a direção regional do partido, inúmeros filiados, os Deputados Estaduais Gilberto Capoani e Vilmar Zanchin. O Coordenador Regional do MDB, Edgar Marmentini, repassou as orientações sobre as próximas eleições, novos diretórios e novas direções municipais.

Capoani relatou sobre as obras que o secretário dos Transportes, Juvir Costella, teria repassado que estão paralisadas por falta de recursos, sem nenhuma novidade. Já o deputado Zanchin procurou justificar porque o MDB entrou no governo de Eduardo Leite.

Na tribuna livre, os emedebista questionaram a falta de referência a RS 126 que liga Pinhalzinho até Maximiliano Almeida. Já Rafael Ayub indagou sobre a falta de um olhar para o Santa Terezinha e outras obras da região.

Juarez Sandri disse aos deputados que estaria na hora de abrir a porteira que fica perto de Passo Fundo e que inclusive, o próprio deputado Capoani acabou indo residir do outro lado da porteira.

O empresário Vanei Mafessoni, foi duro na cobrança pela rodovia 126 que liga a região Nordeste a Maximiliano Almeida. O suplente de Deputado Federal, Paulo Polis, disse que agora que o governo está liberando as emendas, as feridas que pensava estar cicatrizadas, começaram a sangrar novamente. A região está perdendo mais de R$ 100 milhões por mandato.

Por Egidio Lazzarotto

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais