Bairros Atlântico e Novo Atlântico na mira do crime

Na semana passada moradores dos bairros Atlântico e Novo Atlântico, em Erechim, entraram em contato com órgãos de imprensa da cidade para denunciar a série de arrombamentos e furtos a residências nestes locais.  “Nós, moradores dos bairros Atlântico e Novo Atlântico, não sabemos mais o que fazer. A polícia não está mais conseguindo conter e são muitos roubos aqui. Minha casa, dos meus vizinhos. Suspeitos passam de hora em hora olhando para nossas residências” resume um dos textos enviados.

 

Junto com a mensagem, os moradores também enviaram fotos de suspeitos e vídeos, mostrando até arrombamento onde um rapaz usa o que parece ser um facão para arrombar uma janela de uma residência, invade a mesma e poucos segundos depois, sai pelo mesmo local levando um aparelho de televisão. Respeitando o pedido dos moradores, a coluna não publicou imagens do vídeo, pois temiam a possibilidade de represálias devido à divulgação, já que o mesmo mostrava a residência onde ocorreu o fato.

De acordo com os relatos, são dezenas de casas arrombadas, de onde os ladrões levaram televisores, computadores, eletroeletrônicos, telefones, joias e dinheiro. A maioria dos arrombamentos estaria sendo praticado durante o dia, momento em que as famílias estão no trabalho e as casas ficam vazias. Já algumas mulheres evitam ficar em suas moradias sem companhia devido ao fato de que “eles podem entrar assim mesmo, com gente”.

Para tentar amenizar a situação, moradores estão buscando se reunir para que uns cuidem das residências dos outros quando estes não estão em casa e acionem a polícia em caso de suspeita.

Os suspeitos passam tanto tempo nos bairros que os próprios moradores já conseguiram encontraram fotos dos mesmos nas redes sociais.

Minutos depois de o material ser enviado para os veículos de comunicação, moradores já estavam entrando em contato com a polícia para informar sobre a presença de suspeitos se reunindo no bairro Atlântico, possivelmente para tentar mais um arrombamento. Durante o final de semana, também foram realizados chamados para a polícia, pelo mesmo motivo.

 

Por Alan Dias

Comentários estão fechados.