Manifestação pede reabertura do comércio: “Qualquer trabalho que provê o pão de cada dia é essencial”, dizem comerciantes

Get real time updates directly on you device, subscribe now.


Na manhã desta sexta-feira (12), entidades, comerciantes, motoboys, salões de beleza/barbearias, academias e demais prestadores de serviços, pedem o direito de trabalhar em frente à prefeitura de Erechim. A manifestação é pacífica e organizada, já que Erechim ingressará na bandeira preta pela quarta semana.

Em mãos carregam faixas dizendo: “Chega de desculpas. Queremos o direito de trabalhar”, “Se você é contra o lockdown buzine”, “Esse erro não é nosso”, “Qualquer trabalho que provê o pão de cada dia é essencial”, entre outros.
Os mesmos destacam a importância da manutenção da atividade empresarial, que nesse momento tão difícil de enfrentamento à crise sanitária e econômica vem sendo impedida de exercer suas atividades.

Comerciantes dizem defender a vida, mas também falam que é preciso a preservação dos negócios.

Por Carla Emanuele/Fotos: Egídio Lazzarotto e Sirley Ioppi

 

Get real time updates directly on you device, subscribe now.