Alto nível marca a abertura do Festival de Teatro Âmbito Estadual

A abertura do Festival de Teatro Âmbito Estadual, que aconteceu na noite desta segunda-feira, 10, no Centro Cultural 25 de Julho foi marcada pelo alto nível da peça “O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá”, da Cia Teatral Era Uma Vez, da cidade de Rio Grande. O tom dado, na oportunidade, deixa claro a qualidade das peças que serão apresentadas até o próximo domingo, 15, quando encerram as apresentações e acontece a noite de premiação.

A realização é do município, através da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo, com o apoio do Instituto Estadual de Artes Cênicas, Fecomércio/RS e SESC. A qualidade dos jurados também coloca, novamente, o município de Erechim no cenário estadual dos festivais de teatro.

Nas manifestações durante os atos de abertura, que aconteceu no início na noite, a secretária Vanir Bombardelli destacou a satisfação do município voltar a ter a fase estadual de teatro, de estar novamente no cenário das grandes manifestações culturais. “No teatro se busca os mais diversos sentimentos e expressões verbal e cultural. Um momento de enaltecermos a arte no palco, o figurino e de todas as pessoas que fazem parte do grande espetáculo, uma oportunidade de buscar os vários eus”.

O presidente do Legislativo, Rafael Ayub lembrou que, quando a Casa votou o Projeto de Lei para a realização do Festival de Teatro, foi um grande prazer de todos os vereadores pela sua importância à cultura do município. “Desejamos, a partir da abertura, a valorização de todas os grupos que estão realizando este grande espetáculo”.

Estela Bento, do IACEN do Estado destacou a satisfação de voltar novamente à Erechim após dez anos para uma fase estadual. “Voltamos à Erechim com uma alegria muito grande, momento em que parabenizamos a atual administração por valorizar a cultura, em especial a magia do teatro”.

Finalizando, o prefeito Luiz Francisco Schmidt destacou a importância da cultura para um povo. “Muitas vezes é necessário dar dois passos para trás para que possamos dar um para a frente. Que possamos sair deste Festival bem melhores do que entramos”, destacou ao garantir que em sua administração haverá a continuidade de projetos como este, ou seja, a realização do Festival enquanto estiver no cargo de prefeito municipal.

Como mediadores estão em Erechim Mauro da Luz Soares e os avaliadores da fase adulta Cleber Lorenzoni, Antônio Carlos Brunet e Vika Schabbach e da fase infantil Airton Gonçalves de Oliveira, Camilo de Lélis e Fábio Castilhos.

Programação:

Nesta terça-feira, 11, os trabalhos iniciaram com o espetáculo adulto, às 9h, “Como matar um playboy” do Grupo Teatral Selenita com direção de José Cláudio Passarini Grande, de Maximiliano de Almeida, seguido de debate às 10h.

Às 14h30 tem espetáculo infantil “Revolta dos Brinquedos” com o Grupo Teatral 19 de Março, com direção de Fernanda Rodrigues Chaves de Paim Filho, seguido de debate às 15h30. Á noite tem espetáculo adulto, às 19h30, “Leonce e Lena” do Grupo de Teatro Coadjuvantes de Charqueadas. Na direção, Eduardo Arruda.

Na quarta-feira, 12, os trabalhos iniciam às 9h com o espetáculo adulto “Entre três” da Cia de Palhaços Clowcando, com direção de Leonardo Rodrigues de Santa Maria, seguido de debate às 10h. Ás 14h30, tem o espetáculo adulto (peça convidada) “Para quem não sabe onde vai qualquer caminho serve”, do Grupo de Palhaços Clowncando, com direção de Leonardo Rodrigues, seguido de debate às 15h30.

À noite, às 19h30 tem o espetáculo adulto “Mahagonny: Cidade Arapuca”, com direção de Grupo Trilho de Porto Alegre, seguido de debate às 20h30.

Quinta-feira, 13, às 14h30, tem o espetáculo infantil “Junho: Uma Aventura Imaginária”, com o Grupo Nômade: Teatro e Pesquisa com direção de Thiago Silva na cidade de Gravatai. O debate acontece às 15h30. Ás 19h30 tem espetáculo adulto “Diário de um louco”, da Cia Teatral Yesplim, com direção de João Tondo de Osório.

Na sexta-feira, 14, às 9h tem espetáculo adulto “Noma” do Grupo Você sabe quem Cia de Teatro, com direção de Eduarda Bento e Thalles Echeverry de Pelotas, seguido de debate às 10h.

Ás 14h30 tem o espetáculo adulto “Cartão Postal” do Grupo MeiaOito, com direção de Lucas Galho da cidade de Pelotas. O debate inicia às 16h. Á noite, com início às 19h30, tem o espetáculo adulto “Novas diretrizes em tempo de paz” com o Grupo Não Estacione e direção de Alexia Karla de Santa Maria.

No sábado, 15, às 9h acontece o espetáculo infantil “Alma Valente” do Grupo Retalhos de Teatro, com direção de Júlio Cesar Amanda de Santa Maria. Os trabalhos encerram com o show musical de Antônio Carlos Brunet “Canções de espetáculos de teatro”, seguido de premiação.

Os ingressos, gratuitos, podem ser adquiridos junto ao Departamento de Cultura, Esporte e Turismo localizado junto ao Arquivo Histórico Municipal Juarez Miguel Illa Font.

Comentários estão fechados.