Atlântico vence a Alaf e gruda na liderança da LGF

Galo fica a dois pontos da primeira posição, mas com dois jogos a menos após vitória nesta sexta-feira

O Atlântico voltou a encostar na liderança da primeira fase da Liga Gaúcha de Futsal (LGF). Na noite desta sexta-feira, o Galo venceu a Alaf, em Lajeado pelo placar de 5 a 1.

Com isso, chegou aos 35 pontos, ficando a dois do Guarany, que lidera a tabela de classificação. Porém, vale ressaltar que o Atlântico tem dois jogos a menos que o adversário.

Para o treinador Giba, o time conseguiu buscar o objetivo traçado antes do jogo. “No primeiro tempo, até pela quadra estar um pouco escorregadia, se teve algum cuidado a mais, mas as duas equipes poderiam ter feitos mais gols. No segundo tempo, começamos a finalizar um pouco mais de média distância, sabemos o quanto difícil é jogar aqui e que teríamos de fazer um bom jogo para conseguir o resultado, que acabou vindo e nos garante mais três pontos importantes”, disse o técnico em entrevista à Rádio Erechim.

Na próxima semana, o Atlântico faz dois jogos pela LGF. Na terça-feira, dia 15, vai à Selbach para enfrentar a Sase e depois na quinta, dia 17, joga contra o América, em Tapera. 

O jogo

Mesmo atuando fora de casa, o Atlântico conseguia ter um bom poder ofensivo. O time erechinense entrou em quadra sabendo que precisava buscar o resultado positivo para voltar a encostar na liderança da primeira fase da LGF.

E aos 10min14, Barbosinha tocou para a área e após bate-rebate a bola sobrou para Silva fazer 1 a 0. O segundo gol erechinense veio ainda na primeira etapa. Aos 19min30, Barbosinha desta vez encontrou Allan que definiu: 2 a 0 Galo.

A Alaf chegou a encostar no marcador aos 5min25 da segunda etapa, com gol de Chitão. Mas depois viu o Galo ampliar a vantagem e construir o que seria a vitória em Lajeado.

A 9min38 Cléber desarmou o adversário e tocou para Silva fazer o segundo dele no jogo, o terceiro do Galo. Pouco depois, Cléber acertou a trave.

O quarto gol veio com Gessé, após toque de Cléber em jogada pela direita, aos 11min05. E menos de um minuto depois, outra vez Gessé surgiu no ataque para concluir a jogada e fazer 5 a 1 em favor do Atlântico.

Desde então, a Alaf passou a ter a jogada de goleiro linha. Ter um jogador a mais no ataque por alguns momentos, no entanto, não mudou a situação do jogo que terminou mesmo com vitória do Atlântico. 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais