Mostra Científica consolida o sucesso do III CONIGTI

78
Uma semana de intensa troca de experiências, conhecimentos e ideias que superou a expectativa dos organizadores, professores, acadêmicos e da comunidade. Essa foi a avaliação do professor Adilson Stankiewicz, Coordenador do III CONIGTI (Congresso Internacional de Gestão, Tecnologia e Inovação), sobre o evento que aconteceu entre os dias 02 e 08 de outubro. “Promovemos muita integração por meio de 70 atividades. Foram momentos de aprendizado, por meio de palestras, visitas técnicas, oficinas, cursos e momentos culturais que envolveram 13 cursos da Universidade”, explicou.
        Nesta terceira edição, a Mostra Científica mais uma vez se consolidou como um espaço de socialização de pesquisas e inovação que são feitas pelos cursos envolvidos. De acordo com o Coordenador da Mostra, professor Arthur Beskow, foram expostos 267 trabalhos,  oriundos dos cursos participantes e de toda a Região Sul do país – Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.
        “A área de Engenharia de Alimentos trouxe 69 pesquisas relatando tecnologias envolvidas na produção de gêneros alimentícios. Na área da Engenharia Elétrica, que também foi uma área muito procurada, houve diversos trabalhos relacionados às energias renováveis, destacando a preocupação com a sustentabilidade. Na Engenharia Mecânica foram apresentados 22 trabalhos de temas muito atuais que são pesquisados em vários lugares do mundo, tal como o processo de soldagem FSW (Frictino Stir Welding) que teve a apresentação de quatro trabalhos”, resumiu o professor.
        Ainda, de acordo com o professor Arthur, mais de 500 pessoas prestigiaram a Mostra Científica, demonstrando a importância da pesquisa relacionada às atividades de ensino e extensão. “A quantidade de pôsteres e o comprometimento dos autores em apresentarem seus trabalhos foi admirável. Esta foi a 3ª edição deste evento e a cada ano está ficando melhor e maior. Este ano também foi implementado um novo sistema online para emitir os certificados de apresentação dos pôsteres e os anais do evento com mais de mil páginas serão disponibilizados em um site da universidade para download”, destacou.
        A última conferência geral do evento que aconteceu na sexta-feira, 06, também foi uma oportunidade de refletir sobre a Gestão do Conhecimento e a influência das gerações nas organizações. O conferencista, professor Alexandre Acosta, do Instituto Federal Catarinense, explicou que as empresas, atualmente, têm um problema muito grave, mas poucas se deram conta: quatro gerações no mesmo momento trabalhando: baby boomer e gerações X, Y e Z. “As empresas mais inteligentes estão mesclando as gerações para ter um resultado melhor, pois cada uma tem características diferentes, com coisas boas e ruins. Essa integração permite melhores resultados em projetos e pesquisas. É um assunto super novo, para entendermos que não é um problema pessoal, mas sim, características de nossas gerações”, destacou.
Você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.