Secretaria do Meio Ambiente e RGE iniciam trabalhos do Projeto “Arborização + Segura”

Teve início na manhã desta terça-feira, 11, nas ruas Lázaro Dante Rubbo e Fausto Demoliner, no bairro Copas Verdes, os trabalhos realizados dentro do Projeto “Arborização + Segura”, numa parceria entre o município de Erechim, através da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e a Rio Grande Energia (RGE).

O objetivo do Projeto é executar o manejo, incluindo a poda ou o corte de árvores na zona urbana do Município, com vistas à eliminação de riscos do contato com a rede energizada.

Desta forma, a Rio Grande Energia – RGE – se responsabiliza por realizar o levantamento locacional das árvores de espécies, porte e crescimento inadequados ao convívio harmônico com o sistema elétrico, presentes, única e exclusivamente, sob as redes de energia elétrica, as quais ofereçam riscos de contato com a rede ou potencial de energização do exemplar arbóreo, podendo gerar riscos de choque elétrico e interrupção do fornecimento de energia a população.

Executar o corte da copa das árvores, única e exclusivamente, sob a rede elétrica, as quais forem autorizadas para supressões pelo município, cortando todos os galhos que se encontrem próximos da fiação elétrica; realizar o plantio compensatório, de mudas de espécies arbóreas adequadas à arborização urbana, com porte médio de 2,00m, em embalagens com substrato de aproximadamente 3 litros, como forma de compensação ou substituição de árvores com necessidade de supressão por estarem próximas de atingir a rede aérea de energia elétrica ou oferecer riscos aos transeuntes que circulam pelas vias públicas.A elaboração de materiais alusivos ao Projeto “Arborização + Segura”, como cartilhas; cartazes ou placas ficarão a cargo da RGE, cabendo, ao município somente auxiliar na distribuição e veiculação dos materiais junto aos públicos interessados.

“O Município de Erechim, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, se responsabiliza por efetuar a análise técnica dos exemplares arbóreos com necessidade de supressão, conforme levantamentos realizados pela RGE, para posterior emissão dos laudos técnicos e respectivas autorizações para supressão desses exemplares; realizar o transplante de árvores que, eventualmente, necessitem ser retiradas do local onde se encontram plantadas”, pontua o secretário do Meio Ambiente, Claudio Silveira.

Também cabe a Pasta executar a supressão final dos troncos das árvores, destinar todos os resíduos provenientes do corte da copa e do tronco das árvores suprimidas; divulgar o Projeto à população, através de cartilhas, fornecidas pela RGE e tomar as medidas cabíveis para possibilitar o adequado andamento dos serviços, em caso de qualquer impedimento.

As ações de divulgação do Projeto “Arborização + Segura”, junto às mídias e órgãos públicos regionais, serão realizadas em conjunto entre a Rio Grande Energia – RGE e o município, com o objetivo de fornecer amplo esclarecimento sobre os objetivos e a importância do Projeto.

“A arborização urbana consiste no meio ambiente natural presente nas áreas urbanizadas, trazendo benefícios relativos ao clima, qualidade do ar, nível de ruídos, balanço hídrico, paisagismo, entre outros. Contudo, por vezes se fazem necessárias adequações no planejamento e implementação da arborização nos meios urbanos e, neste contexto, parcerias entre o poder público e privado se tornam ferramentas importantes, visando o atingimento de objetivos comuns”, ressalta Claudio Silveira.

“A partir da importância dessa temática, com relação à geração de benefícios para as comunidades onde está inserida, e da proximidade dos processos da empresa com a vegetação arbórea das áreas urbanas, a RGE busca visualizar às cidades de forma dinâmica e integrada, através de seus serviços, propondo projetos de arborização planejada, como ferramenta de auxílio para o planejamento urbano municipal, a fim de melhorar a qualidade de vida dos cidadãos”, justifica o Consultor de Negócios da RGE, Claudio Rodrigo Manica.

Comentários estão fechados.