Problemáticas femininas são destaque em Erechim

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) colocam o Brasil na quinta posição de maior taxa de Feminicídio do mundo. Reconhecendo a gravidade dos números e buscando alertar para a problemática, a primeira-dama do Município Rosmari Schmidt, com apoio de Ana Paula Lando, engaja-se em ações que destacam o tema.

“Temos que nos unir para promover o fim da violência doméstica e familiar. A mulher não pode seguir sendo violentada pelo simples fato de ser mulher. Todo ser humano merece dignidade e respeito e com a mulher não é diferente. Precisamos fazer ecoar a voz da justiça de alguma forma. Esse pequeno gesto é o nosso começo”, enfatiza a primeira-dama.

A fachada da Prefeitura de Erechim exibe um banner para chamar a atenção de todos que por ali passam sobre o crime de Feminicídio, previsto na Lei 13.104/2015. A iniciativa antecede outro assunto de importância para o público feminino: o câncer de mama. Este, igualmente destacado no mesmo local da Praça da Bandeira, lembra a realização da Campanha Nacional Outubro Rosa.

Comentários estão fechados.