Idosos expõem trabalhos para alertar sobre a violência

O colorido e a criatividade de cartazes confeccionados por idosos enfeitaram parte da Avenida Maurício Cardoso no último sábado (8). A exposição “Violência Não, Fale Sobre Amor” é alusiva ao mês de junho que tem o dia 6 como data “Mundial da Conscientização Contra a Violência da Pessoa Idosa”. Tema trabalhado com os grupos que fazem parte do Conselho Municipal dos Direitos do Idoso – Comid.

O projeto desenvolvido pelo Município, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, em parceria com o Sesc, resultou no material onde são mostradas palavras, frases e cenas que retratam momentos vividos ou presenciados pelos idosos quando do desrespeito aos seus direitos.

“Nós como membros de uma sociedade que deseja que a conscientização e a valorização aconteçam, devemos nos unir para as transformações neste sentido. Ainda existe muito preconceito e todos devem lembrar de que um dia também será um idoso nesta mesma sociedade”, pondera Linir Zanella, Secretária Municipal de Assistência Social.

As imagens nos cartazes fixados ao longo do canteiro central da Avenida chamavam atenção dos que passavam pelo local e que eram abordados pelos idosos autores dos trabalhos. A abordagem para alertá-los sobre a exposição levava ao diálogo e à troca de impressões, momento em que era possível depositar em uma caixa mensagens a pessoas idosas da família.

Gilseia Terribile, presidente do Comid, ao colocar que “a exposição é uma forma de fazer as pessoas refletirem sobre a questão da violência ao idoso” esclarece que até o próximo dia 27 os cartazes podem ser vistos no Arquivo Histórico Municipal na Av. Pedro Pinto de Souza. Ela ainda observa: “muitas vezes se dizem palavras sem se perceber do efeito que causam e com esses cartazes esperamos tocar o coração e a consciência das pessoas para que o respeito e a valorização do idoso sempre existam”.

Serviço

Exposição “Violência Não, Fale Sobre Amor”

Data: de 10 a 27 de junho

Horário: 7h30 às 11h30 e das 13h às 17h.

Local: Arquivo Histórico Municipal – Av. Pedro Pinto de Souza, nº 100, Centro

Comentários estão fechados.