Vereadores questionam secretária da Educação sobre situação da educação municipal

Na noite de terça-feira (9), no plenário da Câmara de Vereadores de Erechim, os vereadores da Casa Legislativa questionaram a secretária de Educação do município, Vanir Bombardelli, sobre a falta de vagas em creches, funcionamento do Programa de Educação Integral Castelinho, alimentação escolar, falta de professores e o andamento das obras em escolas do município.

O requerimento, aprovado por unanimidade pelos parlamentares em sessão realizada no dia 25 de março, foi apresentado em plenário pelo vereador Lucas Farina (PT), que é presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Educação Pública, Gratuita e de Qualidade. Na ocasião, todos os demais vereadores subscreveram o requerimento para a realização da reunião.

De acordo com Lucas Farina, o requerimento se deu após inúmeras indagações e questionamentos da população erechinense sobre os assuntos mencionados em todos os gabinetes dos parlamentares da Casa Legislativa, o que justificou a convocação da secretária, a fim de sanar as dúvidas elencadas. Foram cerca de três horas de reunião, onde os vereadores questionaram a titular da pasta da educação.

Para o presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Educação Pública, Gratuita e de Qualidade, muitos dos temas elencados ficaram sem resposta efetiva. “Apesar do comprometimento da secretária em se reunir nos próximos dias com o prefeito, Luiz Francisco Schmidt, para tratar especificamente das vagas de creche, que hoje faltam mais de 300 vagas para as crianças de Erechim, acredito que todos os vereadores e público presente ficaram inconformados com as respostas. Ainda, é fundamental que a população, com a nossa ajuda, continue cobrando, pois é um direito todas as crianças serem atendidas nas escolas”, relatou Lucas Farina.

Segundo o presidente da Casa Legislativa, Alderi Oldra (PT), o Poder Legislativo, juntamente com a Frente Parlamentar em Defesa da Educação Pública, Gratuita e de Qualidade seguem trabalhando para que nenhuma criança fique sem vaga de creche. “Nós, enquanto agentes políticos e representantes da população, vamos seguir cumprindo com o nosso papel em fiscalizar as ações do Executivo municipal, principalmente no que se refere a educação pública de qualidade e tudo que ela engloba, seja quadro de professores, vagas em creche, merenda escolar e qualidade no ensino”, frisou o presidente da Câmara de Vereadores.

Vale lembrar que este é o segundo encontro entre vereadores e a titular da pasta da educação em menos de um ano. Em julho do ano passado, os vereadores já haviam encaminhado o mesmo requerimento à secretária, que atendeu à solicitação e, em reunião realizada no plenário da Câmara, conversou com os edis a respeito dos temas referidos.

A reunião dessa semana foi acompanhada por professores, estudantes, comunidade escolar, assessores parlamentares, membros do Legislativo e Executivo municipal e imprensa.

Comentários estão fechados.