Prefeitura de Maximiliano de Almeida decreta lockdown por quatro dias

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Na manhã desta quinta-feira (11), a Prefeitura de Maximiliano de Almeida decretou quarentena obrigatória em todo o território municipal. A medida passa a vigorar a partir das 20h desta quinta-feira (11) e se estende até as 5h de terça-feira (16).

Com as novas medidas restritivas, fica suspenso o funcionamento de qualquer atividade comercial, industrial e prestação de serviços no município. A medida foi anunciada pelo prefeito Euclides Muterlle após reunião com o Conselho Municipal de Saúde e Comitê de Operações Especiais – COE. “Todas as medidas adotadas foram baseadas no crescente número de casos registrados nos últimos dias e também nos pedidos dos profissionais de saúde. Esse é o momento que precisamos nos unir com o objetivo de frear a propagação do vírus e salvar vidas”, afirmou o Prefeito Euclides Muterlle.

Com o novo decreto, só poderá funcionar os serviços médicos na Unidade Básica de Saúde, Hospital, Assistência Social, serviços funerários e atividades de segurança pública, incluída a Fiscalização. Farmácias, postos de combustíveis e guinchos somente poderão atender por regime de plantão em casos de emergência. Em casos de descumprimento, poderá ser aplicado multa, interdições temporárias ou total das atividades e cassação de alvará de funcionamento.

Maximiliano de Almeida contabiliza até o momento 41 casos ativos de Covid-19 e registra 2 mortes pela doença.

Por Assessoria de Comunicação

Get real time updates directly on you device, subscribe now.