Jovem é executado em emboscada na ERS 135 em Getúlio Vargas

O jovem Deivid Lafaieti Cruz da Costa, de 18 anos, foi executado na tarde desta quinta-feira, 11 de janeiro, após ser vítima de uma emboscada na ERS 135, nas proximidades do trevo de Santa Lúcia, em Getúlio Vargas.

Três monitores do Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE) de Passo Fundo transportavam o rapaz até o Forum de Getúlio Vargas, em uma viatura, foram surpreendidos por pelo menos três indivíduos, que abriram fogo antes mesmo que Costa saísse do carro. Em seguida os bandidos fugiram em um Astra, cor bordô, que se encontrava com registro de furto.

A vítima chegou a ser socorrida para o Hospital São Roque de Getúlio Vargas, mas não resistiu.

O jovem assassinado era suspeito de participação em um homicídio ocorrido a cerca de dois meses, em Sertão, e estava sendo encaminhado para prestar depoimento no Fórum.

O Fórum de Getúlio Vargas chegou a ter os portões fechados e a quadra do prédio  foi isolada, já que familiares da vítima estavam no local e havia o temor de que eles também pudessem sofrer algum atentado.

Policiais militares de toda a região realizam buscas pelos criminosos, mas até o momento eles não foram localizados. A Polícia Civil está investigando o caso.

Em nota, o presidente da Fundação de Atendimento Sócioducativo (FASE), Robson Luis Zinn, lamentou o episódio e ordenou imediata abertura de processo administrativo para apurar as circunstâncias do fato.

Zinn destacou que a Fundação assumirá todas as demandas de acolhimento dos servidores, bem como dos familiares do adolescente. A Fase ainda irá se responsabilizar por toda a logística necessária para dar encaminhamento ao funeral do socioeducando.

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.