Vereadores aprovam projeto de lei que estabelece a visão monocular como deficiência visual

Na última sessão ordinária do Poder Legislativo erechinense, realizada na segunda-feira (9), os parlamentares aprovaram por unanimidade o projeto de lei de autoria do vereador Claudemir de Araújo (PTB), referente a uma questão que atinge muitos erechinenses. A partir desta legislação aprovada, fica estabelecido no município a visão monocular como deficiência visual, possibilitando ao portador ter acesso a programas, benefícios e tratamentos especiais destinados às demais pessoas com outras deficiências. O projeto aguarda, agora, sanção do Poder Executivo.

A visão monocular, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), é classificada quando o paciente tem visão igual ou inferior a 20/200, além de redução de 25% do campo visual. Para Araújo, esta deficiência traz uma série de transtornos ao indivíduo, e não deve ser ignorada ou tratada como algo corriqueiro. “A visão monocular dificulta a definição de profundidade, impedindo até mesmo atividades profissionais. Tudo isso implica em problemas na hora do portador buscar um trabalho, gerando índices de exclusão social”, afirma o parlamentar.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais