Melhor jogadora do Mundial de Futsal para Surdos, Stefany Krebs, recebe a Medalha Mérito Legislativo

No último mês, a erechinense Stefany Krebs integrou a Seleção Brasileira na conquista do Campeonato Mundial de Futsal para Surdos, realizado na Suíça. Não bastasse o expressivo título, a atleta ainda foi escolhida como a melhor jogadora da competição. Como forma de reconhecer estes feitos e prestar homenagem sua brilhante e vitoriosa carreira, Tefy, como é carinhosamente chamada, recebeu na última segunda-feira (9) a Medalha Mérito Legislativo, em sessão especial proposta pela vereadora Sandra Picoli (PCdoB). Acompanharam a entrega da honraria o presidente do Poder Legislativo, Alderi Oldra (PT), e o vice-prefeito Marcos Lando.

Ocupando a tribuna da Câmara, Sandra iniciou sua fala enfatizando a importância da empatia em tempos em que os discursos de ódio e a intolerância assombram a sociedade. A vereadora exaltou o trabalho desempenhado por Stefany, que começou a jogar futebol ainda criança, aos seis anos, e hoje é exemplo para muitos jovens. “O obstáculo da surdez passou longe de impedir a Stefany de alçar grandes voos. Tem sido motivação aos deficientes, exemplo de superação, coragem e dedicação. Esgotaremos aqui as homenagens, medalhas, troféus, mas nunca nossa admiração, reconhecimento e respeito pela sua história”, destacou a vereadora.

Emocionada e discursando para uma plateia composta por familiares, amigos e representantes da Associação de Pais e Amigos dos Deficientes Auditivos (APADA), Stefany recordou sua trajetória no esporte, as dificuldades que enfrentou e – o mais importante – a vontade de sempre seguir em frente e jamais desistir. “Valeu a pena toda essa luta, tive dificuldades, limitações, mas minha família sempre me apoiou e me incentivou. Essa medalha não é só minha, é de toda a comunidade surda, é de Erechim, e mostra que nós surdos temos capacidade, que não somos coitadinhos. Se temos um sonho, temos que acreditar nele”, afirmou a jogadora.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais