Crianças do Marista Medianeira vivenciaram o brincar de diferentes tempos

​Através do projeto Resgate e Partilha da Cultura do Brincar, as crianças do Nível 1 do Colégio Marista Medianeira vivenciaram momentos de aprendizagem, novas experiências e muita alegria. Os avós dos estudantes foram convidados a virem até o Colégio e partilharem com a turma brinquedos e brincadeiras antigas, além de relatos repletos de curiosidades e amor.

A partir da falas e da interação com os avós, os estudantes resgataram o brincar em diversos tempos e espaços, o que levou a descobertas significativas, intensificando a admiração das crianças sobre essas pessoas tão importantes em suas vidas.

As falas das crianças revelam o quanto foi importante esta experiência. Segue abaixo um texto elaborado pela professora da turma, Graciete Antunes:

Correr nunca foi tão divertido e a partir de agora tem outro significado, pois “CORRER DO LOBO MAU É MUITO DIVERTIDO”.

As trilhas nos fazem querer chegar até o final do caminho e superar os obstáculos até o destino: “PRECISA DE CONCENTRAÇÃO”.

“A ESPIGA DE MILHO NÃO É SÓ DE COMER… TAMBÉM DÁ PARA BRINCAR!”

Vamos jogar o dado e ver quantos palitos cada um vai pegar, mas “TAMBÉM PODE SER GALHO DE ÁRVORE” e depois dá para fazer todos juntos um castelo “PORQUE UM PRECISA AJUDAR O OUTRO”.

“ESSA BOLHA DE SABÃO É LINDA!”

Vamos nos esconder da vovó “1, 2. 3 …10. LÁ VOU EU… QUEM TÁ FORA É MEU”! Vamos lá… precisamos correr para a “raia”.

“TÁ QUENTE? … NÃO! TÁ FRIO AINDA… AGORA SIM… QUEIMOU!” A batata foi passando de mão em mão e está ficando quente…

Buscar a água com o balde, ajudar a mamãe nas tarefas de casa, ajudar na horta… plantar verduras… histórias que encantaram e fizeram pensar em “TAMBÉM AJUDAR MAIS A MAMÃE!”

“QUE AVENTURA!” foi esse carrinho de rolimã! Uma volta, duas voltas… três! “ATÉ OS AMIGOS GRANDES QUERIAM ANDAR NO CARRINHO!”

Fazer a carinha do “PINÓQUIO COM O NARIGÃO BEM GRANDÃO”, porque o Pinóquio disse mentiras e o “NARIZ DELE CRESCEU… CRESCEU!”

Mesa farta… adoçando a tarde com as guloseimas que a vovó adorava quando era criança. “MAS ESSA UVA SEM SEMENTES É MUITO GOSTOSA TAMBÉM!” Lá fora a chuva caia e dentro da sala só alegria!

“POLÍCIA E LADRÃO”… “ATENÇÃO! QUEM VAI PEGAR QUEM?” Correr é tão bom que “NÃO DÁ VONTADE DE PARAR!”.

“QUANTAS BOLITAS!” Com certeza tem “MAIS DO QUE UMA PARA CADA AMIGO”.

Mais uma vez o milho como brinquedo, tão maravilhoso que “EU FIQUEI APAIXONADA POR ESSA PETECA” e vamos… “É DIFÍCIL FICAR PARADA” com um brinquedo tão legal, esperar construir as outras petecas foi tão demorado!

Que alegria… As vovós também fazem bagunça… O “MORTO – VIVO” nunca foi tão divertido!

No jogo da amarelinha tem combinados e agora já sabemos que precisamos “DE PEDRINHAS” para a marcação.

A caixa misteriosa tinha “FILHOTINHOS DE VERDADE” e para fazer eles de brinquedo “É SÓ PEGAR BALÃO E ENCHER DE FARINHA!

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais