Curso de Fisioterapia da URI realiza a primeira Live sobre a COVID-19

Com o objetivo de promover um momento de integração entre alunos e diplomados, além de instigar momentos reflexivos no atual momento de pandemia provocado pela COVID-19, o Curso de Fisioterapia da URI Erechim realizou a primeira Live com a participação da fisioterapeuta diplomada pela URI em 2009, Débora Schmidt, que trabalha no Hospital de Clínicas de Porto Alegre e está atuando em uma Unidade de Terapia Intensiva referência para pacientes com a COVID-19.

A conversa foi mediada pela professora Ana Lucia de Carvalho Morsch que iniciou a Live abordando o papel do fisioterapeuta na Unidade de Terapia Intensiva. Na sequência, a fisioterapeuta Débora relatou a sua experiência na UTI em tempos de pandemia. A diplomada ressaltou o amplo papel do fisioterapeuta na unidade que envolve desde a avaliação, identificação do diagnóstico fisioterapêutico, bem como a definição das estratégias de reabilitação a curto e longo prazo.

Compartilhou também informações sobre as mudanças com relação aos novos equipamentos de proteção individual (EPIs), o protocolo e os cuidados sobre a colocação e retirada destes, além de abordar as questões do engajamento da equipe no trabalho multidisciplinar da instituição onde trabalha.

Além dos princípios e as atribuições do fisioterapeuta, Débora também abordou as questões de humanização, que é um desafio diário para equipe, pois com a utilização dos EPIs os funcionários perderam suas características individuais e não conseguem identificar os próprios membros da equipe,
sendo que neste cenário nunca foi tão importante o trabalho transdisciplinar.

Segundo a professora Ana Lucia, “foi um momento de troca de informações e inspirador para os nossos acadêmicos”.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais