Prefeitura inova com Projeto Super Patas no Caps II

A Secretaria Municipal da Saúde, por meio do Centro de Atendimento Psicossocial – Caps II, obtém grandes resultados na parceria feita com o Projeto Super Patas. Dentro das terapias de recuperação e interação o Projeto se desenvolve criando o importante vínculo afetivo entre o ser humano e os animais. Essa nova modalidade favorece a estabilidade emocional das pessoas, promovendo inúmeros benefícios.

A atividade não é nova no Brasil, já na década de 50 a psiquiatra Nise da Silveira desenvolveu trabalhos nessa área. Nos anos 80 iniciaram nos centros especializados intervenções mediadas por animais como uma prática inovadora.

Em Erechim o Caps II através do Projeto Super Patas, iniciou atividades com terapia assistida por cães. Trata-se de uma intervenção direcionada, com o objetivo de desenvolver e melhorar aspectos sociais, físicos, emocionais e cognitivos. As atividades têm duração de cerca de 60 minutos, iniciando com a apresentação do animal e a interação com o paciente, momento em que há um resgate da afetividade e das relações com o cão e também com a equipe de profissionais.

Na sequência é trabalhado o desenvolvimento motor, cognitivo, interações sociais, comunicação, tendo um cão como motivador.  O Projeto Super Patas promove momentos de relaxamento e descontração, sendo que o cão amigo serve como um suporte emocional e motivador.

Comentários estão fechados.