Ritmo de felicidade: oficina de dança integra mães de alunos no Barão

Mãe que dança é mais feliz. A constatação transformou-se em slogan de grupo no Instituto Anglicano Barão do Rio Branco (IABRB). Todas as terças-feiras, das 18h30 às 19h30, a afirmação se concretiza para cerca de 20 mães de alunos e colaboradoras da escola, que participam da oficina de dança. O grupo surgiu há 4 anos, depois de uma atividade desenvolvida pela professora Meliza Rizzi, como parte das homenagens ao Dia das Mães do ano de 2015. Desde então, o grupo não saiu mais do compasso.

“Essa aula nos ajuda física e mentalmente porque no dia a dia corrido, uma mulher/profissional/mãe/dona de casa, não consegue tirar um tempo só para si, sempre temos que dividir o nosso tempo com alguém. E nessa aula, temos esse tempo só para nós. A gente, dança, ri, se solta, relaxa e ainda faz uma atividade física. Sem falar que nossas filhas e filhos ficam orgulhosos de nos ver dentro da escola, participando. A minha filha Isabely toda a terça me lembra que tem a aula de dança das mães, como nós chamamos”, conta Marisana Prior Chiochetta, integrante do grupo desde o surgimento.

Como alguns dos benefícios da dança, a professora Meliza elenca a melhora de aspectos como autoestima, flexibilidade, ritmo, equilíbrio, coordenação motora, condicionamento físico, fortalecimento da musculatura corporal e redução das dores. No grupo de dança das mães do Barão, no entanto, os benefícios vão além: a dança também faz despertar sonhos antigos. “É o primeiro ano que participo do grupo, sendo que minha motivação é gostar muito de dança, já tendo praticado Ballet Clássico. As aulas são uma forma de dedicar um tempo a mim mesma em uma atividade prazerosa e acompanhada por colegas de trabalho e mães de alunos, o  que torna o ambiente aconchegante e familiar que, aliás,  é característica de nossa escola”, comenta Viviane Molossi Valmorbida, que além de mãe também é professora do Barão.

Junto com os passos, as amizades também vão entrando em sincronia, “a professora é sensacional, são aulas criativas e ainda o grupo se tornou amigo: nos reunimos fora da escola também”, complementa Marisana. A professora Meliza enfatiza que a dança tem o poder de trazer alegria e descontração, por isso o elo que se forma é tão forte, “quando estamos dançando nos entregamos inteiramente para realizar os movimentos, por isso recebemos tantos benefícios. Esse ano estamos com um grupo com uma energia maravilhosa e isso é muito bom para eu desenvolver um ótimo trabalho”, finaliza.

Comentários estão fechados.