LENHA OU SEMENTES?

Há duas maneiras de se fazer uma fogueira: com sementes ou com um punhado de lenha. Qual maneira você escolheria? Provavelmente, o primeiro pensamento que nos vem à mente é: “fazer fogueira com uma semente parece um absurdo”. Todos, certamente, escolheríamos a lenha. Entretanto, o Mestre de Nazaré pensava a longo prazo, por isso Ele escolhia as sementes. Ele plantava as sementes, esperava que as árvores crescessem, dessem milhares de outras sementes e, aí sim, fornecessem a lenha para a fogueira. Se escolhesse a lenha, acenderia a fogueira apenas uma vez, mas como preferia as sementes, a fogueira que acendia nunca mais se apagava.

Jesus comparou-Se a um Semeador do amor, da paz e da segurança. Quem não consegue enxergar o poder contido em uma semente, nunca mudará o mundo que o envolve e nunca influenciará o ambiente social e profissional que o cerca. Uma mudança de cultura só será consistente, se ocorrer por intermédio das singelas e ocultas sementes plantadas na mente dos homens, e não por intermédio da imposição de pensamentos. Gostamos das labaredas instantâneas do fogo, das ideias relâmpagos dos livros de autoajuda, mas não temos paciência e, às vezes, nem habilidade para semear.

Um semeador nunca é um imediatista, pois presta mais atenção nas raízes do que nas folhas. Um semeador é rico em paciência. Os pais, os educadores e os profissionais de recursos humanos só conseguirão realizar um belo e digno trabalho, se aprenderem a ser mais do que provedores de regras e informações; eles precisam passar a ser semeadores. Uns preferem as labaredas dos aplausos e do sucesso instantâneo, outros preferem o trabalho anônimo e insidioso das sementes. O que preferimos? De nossa escolha dependerá a nossa colheita.

As sementes que Jesus plantava dentro dos homens incultos que O seguiam, um dia germinariam. Jesus tinha esperança de que essas sementes criariam raízes no espírito e na mente dos discípulos e mudariam para sempre suas histórias. Essas sementes, uma vez desenvolvidas, tornariam aqueles homens capazes de mudar a face do mundo. É incrível, mas esse fato ocorreu. Os discípulos incendiaram o mundo com os pensamentos e propósitos do “Carpinteiro da Galileia”. Em Eclesiastes 11:6, está escrito: “Semeia pela manhã a tua semente e à tarde não repouses a mão, porque não sabes qual prosperará; se esta, se aquela ou se ambas igualmente serão boas”.

Por Eriberto Nespolo

Comentários estão fechados.