Dia da Mulher e um filme carregado de sonhos

Na quinta-feira, dia 8, comemorou-se o Dia Internacional da Mulher. Para lembrar a data indico o filme ‘As Sufragistas’ – película que descreve a luta de mulheres inglesas pelo direito ao voto, entre o fim do século XIX e começo do século XX. Em essência, o legítimo movimento, mais do que direitos, foi carregado de sonhos. Felizmente, elas venceram. E, assim, continuam – vencendo e avançando. Como seria bom ver mais mulheres na política…

# Em tempo: O 1º país a facultar o voto feminino foi a Nova Zelândia, em 1893. Na Inglaterra, país da sufragistas, o voto alcançou a todas as mulheres em 1928, mesmo ano em que no Estado do Rio Grande do Norte houveram movimentos pioneiros no Brasil na concessão de tal direito. Finalmente em fevereiro de 1932 o então presidente Getúlio Vargas assinou lei garantindo o direito de voto às mulheres.

Por Salus Loch 

Comentários estão fechados.