Conselheiros Tutelares tomam posse em Erechim

O prefeito em exercício Marcos Lando esteve, na manhã desta sexta-feira, 10, participando da posse dos novos Conselheiros Tutelares, titulares e suplentes, em ato ocorrido no Plenário da Câmara Municipal de Vereadores. Também presente a secretária da Assistência Social Linir Zanella.

Depois da manifestação do presidente do COMDICAE Luiz Fernando Optiz que presidiu os trabalhos, Linir Zanella destacou o momento como de grande importância para que a comunidade de Erechim tenha mais este serviço, o de zelar pelas crianças.

“A partir da posse o Município coloca a Secretaria da Assistência Social à disposição dos novos conselheiros. Somos parceiros de todas as ações que serão desenvolvidas. Que seja uma ação conjunta de fortalecimento às crianças”.

 

Em sua manifestação Marcos Lando pontuou a importância do trabalho dos Conselheiros Tutelares, órgão fundamental dentro do município. “Um trabalho com a participação do Poder Executivo, de assessorar as famílias e acompanhar as crianças e dar toda a atenção que lhes é devida. Que todos façam o melhor dentro de suas atividades para todos nós. Que a ética seja a principal ferramenta de trabalho de todos vocês”.

Representando o Poder Legislativo, a vereadora Eni Scandolara destacou o trabalho de cada um que concorreu aos cargos de Conselheiro Tutelar. “De pessoas que se propõem a uma atividade diferenciada e que possuem um olhar especial para as nossas crianças. Vocês serão, em alguns casos, a última esperança para muitas crianças.  Que tenham união, respeito e ética para exercerem, na plenitude, este trabalho”.

Assumiram como Conselheiros Tutelares titulares Luciano André Perosa, Ademir da Rosa, Aldecir Antônio Vicensi, Aladir Mariga e Gilseia Terribile. Também tomaram posse os cinco suplentes.

O Conselheiro Tutelar deve zelar pelo cumprimento de direitos, garantir absoluta prioridade na efetivação de direitos e orientar a construção da política municipal de atendimento.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais