Fecomércio-RS sugere medidas urgentes com relação ao setor do comércio varejista ao Banrisul

As sugestões levam em consideração a pandemia da Covid-19 e efeitos da estiagem

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

A Federação do Comércio de Bens e de Serviços do Estado do Rio Grande do Sul – Fecomércio–RS, apresentou sugestões de medidas urgentes com relação ao setor do comércio varejista a serem implementadas pelo Banrisul, tendo em vista a pandemia de Covid-19. Elas foram feitas por meio de uma correspondência endereçada ao Presidente Executivo do Banco do Estado do Rio Grande do Sul, Cláudio Coutinho Mendes, e assinada pelo Presidente do Sistema Fecomércio – RS, Luiz Carlos Bohn.

Conforme o documento, em um ano marcado pela influência da pandemia de Covid-19 na economia mundial, reforçada no Rio Grande do Sul pelos efeitos da estiagem, o comércio varejista, especialmente as micro e pequenas empresas, tem sido significativamente afetado. Depois de meses fechados em virtude de decretos estaduais e municipais, o comércio varejista permanece impactado negativamente pela menor renda da sociedade, pelo fluxo reduzido de pessoas nas ruas, pelo medo de contaminação dos consumidores, pela incerteza quanto à dinâmica da economia em 2021 bem como pelo aumento de custos derivados da desorganização das cadeias produtivas nacionais e internacionais.

Nesse cenário difícil, no Rio Grande do Sul, segundo o CAGED, foram destruídos 19.182 vínculos formais de trabalho no setor. O comércio varejista apresenta algumas características peculiares que reforçam a sua importância não apenas do ponto de vista econômico quanto social.

Nesse sentido, buscando a preservação de renda e empregos formais do setor, diante destas considerações, a correspondência sugere que o Banrisul, como banco que se apresenta como comprometido com o desenvolvimento do Estado do Rio Grande do Sul, aplique um conjunto de medidas direcionadas às empresas varejistas em um momento em que a facilitação ao acesso a crédito bem como outras medidas que reduzam o custo operacionais e financeiros das empresas são especialmente relevantes. Entre as medidas, destacam-se as sugestões de iniciativas que contribuiriam para minimizar os efeitos da crise sobre o setor, apresentadas também ao Diretor Comercial do Banrisul, Fernando Postal, na reunião da Comissão do Comércio Varejista da Fecomércio-RS, em 05 de novembro de 2020:

● Linhas de crédito especial para o setor, com prazo de carência estendido;

● Redução das taxas de juros para linhas de capital de giro;

● Isenções temporárias de taxas;

● Aquisição de máquinas e equipamentos com isenção ou redução de taxas.

Além disso, “não podemos deixar de mencionar a insatisfação que nos vem sendo manifestada por muitos empresários, da capital e do interior do estado, em relação à qualidade do atendimento que vêm recebendo em seu relacionamento com o Banco. Desse modo, solicitamos que sejam adotas as medidas necessárias para a melhoria do relacionamento com o comércio varejista do Rio Grande do Sul, considerada sua devida importância para a economia gaúcha”, finaliza o documento.

Get real time updates directly on you device, subscribe now.