Ela já é conhecida em outros Estados e Capitais – Sandra Picoli

Como rastro de pólvora, a vereadora Sandra Picoli, ficou conhecida em outros Estados e Capitais, em função da lei que regulamenta o uso e queima de fogos de artifício em Erechim. Desde que a lei passou a vigorar muitas foram às piadas sobre o assunto, por hora, nada engraçadas. O tema se afunilou ainda mais durante o jogo da Libertadores da América conquistado pelo Grêmio. A cada foguete as postagens eram imediatas nas redes sociais, pedindo fiscalização, ou questionando, cadê a Sandra Picoli? Será que ela ouviu este foguete? É claro, não existe lei sem fiscalização, no entanto, nada diminui a falta de respeito por parte de alguns debochados.

Informações davam conta que a lei seria respeitada
Se não bastasse, depois de uma extensa entrevista na Rádio Cultura FM na sexta-feira, véspera da abertura do Natal, as afirmações davam conta que poderíamos ter uma surpresa. De fato a surpresa aconteceu faltando pouco para a meia noite e, novamente gerou questionamentos. Afinal, as informações davam conta que a lei seria respeitada e se houvesse fogos, seriam sem som. Perante uma avalanche de perguntas no sábado (2), a vereadora se manifestou no Facebook em 10 tópicos. Alguns deles asseguram: “Os mesmos questionamentos, indagações e dúvidas que vocês têm, eu também tenho, pois não fui responsável pela organização do evento. A CDL sempre respondeu que, se houvesse fogos, seria respeitada a lei. A prefeitura terceirizou o evento e vai se eximir da responsabilidade. Fato. Estamos apurando a responsabilidade”, publicou. Ainda disse que “a Câmara aprovou uma lei com intenção de trazer bem estar ao município, mas virou um cabo de guerra entre os prós e os contra. Aliás tem sido assim com qualquer assunto. Bem comum não interessa, reina o individualismo”. Já a CDL que foi notificada, está aguardando a defesa ser concluída para depois se manifestar sobre o fato.

 

Por Carla Emanuele

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais