Novena de Fátima: missa da tarde lembra processo educacional a partir de valores fundamentais

Pe. Milton Mattia, Pároco em Três Arroios, acompanhado de equipe de liturgia e de dois grupos de idosos daquela Paróquia, São José e Liberdade e Paz, presidiu o terço e a missa da tarde do quinto dia da novena de Fátima, nesta terça-feira, que tinha como enfoque “cristãos leigos e leigas educadores a serviço da vida e da paz”.

Além dos dois grupos de idosos daquela Paróquia, estavam presentes estes outros: Sempre Jovens, do Bairro Três Vendas, Viver e Recordar, do Bairro Koller, ambos de Erexim; Despertar, de Carlos Gomes; Viver a Vida, de Sede Dourado; Jovens para Sempre, de Floriano Peixoto.

Na homilia, Pe. Milton ressaltou os conselhos para a boa convivência que São Paulo deu a uma das comunidades que fundou, conforme a leitura da missa: ter consideração para com os que dão a vida pelos outros, viver em paz com todos, corrigir os que erram e aceitar a correção, não retribuir mal com mal, praticar sempre o bem, conservar a alegria e rezar sempre. Para o padre, consideração especial se deve aos idosos que dão testemunho de vida fundamentada nos valores perenes do amor, da justiça, da verdade, da fé e confiança em Deus, nos quais educaram seus filhos. Consideração igualmente aos educadores que formam as novas gerações. Insistiu na necessidade da oração. Sem ela, a vida desanda na primeira dificuldade que aparece. Relacionou este aspecto com o evangelho da celebração, a casa construída sobre a rocha, que resiste aos vendavais, e a casa edificada sobre a areia, que desmorona em qualquer tempestade. Convidou a todos a examinarem como estão construindo sua própria vida. Para que seja consistente, é necessário assentá-la sobre valores fundamentais e duradouros, indispensáveis no processo de educação permanente.

Comentários estão fechados.