Indústria metalmecânica pode sofrer por falta de soldadores

Estamos em meio a uma pandemia e em plena crise econômica, com muitas pessoas desempregadas. No entanto, muitas indústrias de Erechim estão correndo atrás de soldadores.

Vários profissionais se aposentaram e outros, mudaram de cidade, aumentando a necessidade desses profissionais.

Um importante empresário da nossa cidade que prefere não se identificar, relatou: “Temos que estimular os jovens,  caso contrário, quando tivermos a retomada econômica poderemos ter um apagão deste setor”.

O empresário Mário Cavaletti que é conselheiro da escola do Senai, enalteceu: “Em 2018 tivemos que fechar o curso de soldador na escola do Senai, por falta de candidatos. Temos que incentivar os jovens a realizar o curso”.

Por Egídio Lazzarotto/Imagem ilustrativa 

 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais