Equipe Diretiva do São José participa de encontro que debate a educação no contexto atual

 

Nos dias 1 a 4 de Agosto de 2019 as Irmãs Franciscanas Missionárias de Maria Auxiliadora e leigos  ligados à  Pastoral Educativa da Congregação reuniram-se em Cartagena, na Colômbia, para participar do primeiro encontro de educação com o tema: De Babel a Pentecostes – Para uma Educação Evangelizadora Congregacional.

Uma comitiva de 76 pessoas, entre Irmãs e profissionais leigos participaram do evento e, do Brasil, estiveram presentes representantes do Colégio Franciscano São José, através da diretora Ir. Silvana Arboit, e Cleci Luisa Lovera, coordenadora pedagógica do Ensino Médio. Já do Colégio Franciscano Cristo Rei de Marau, a diretora Ir. Vera Rambo Coutinho, Fábio Candaten, coordenador pedagógico do Ensino Médio.

Num primeiro momento, o grupo participou da Inauguração do Centro de Espiritualidade Madre Bernarda, com uma solene Celebração Eucarística seguida de um coquetel. A abertura oficial do encontro foi animada pela direção e professores do Colégio Biffi, os quais transmitiram a alegria da fraternidade franciscana e o sentido da unidade.

Já no dia 02 de agosto, dia da festa de Nossa Senhora da Porciúncula, e aniversário da chegada das irmãs em Cartagena, provindas da Suíça, o encontro seguiu com o objetivo de diagnosticar a realidade e os desafios da pastoral educativa congregacional. Para isso, o evento contou com a presença do Dr. Néstor David Restrepo Bonett, secretário de educação do departamento de Antioquia, o qual, com sua experiência, mística e sabedoria compartilhou seus conhecimentos.

Néstor destacou que segundo a UNESCO há 3 grandes problemas na educação: o acesso ao sistema educativo, a sustentabilidade das crianças e jovens ao sistema educativo e a qualidade da educação. Os trabalhos seguiram com a participação do Dr. Oscar Pérez, secretário geral de CIEC, com o tema “Horizonte da educação católica na América Latina”, abordando a necessidade de prestar atenção às mudanças aceleradas pelos quais o mundo está passando e o quanto isso afeta o sistema educativo.

A partir desse olhar, deve-se repensar a educação tendo presente os seguintes critérios: levar em conta a realidade onde estamos inseridos, ter cuidado de si mesmo, do outro, da natureza e da relação com o transcendente. Ao estilo de Jesus, que ensinou com autoridade e muitos o seguiram, os professores hoje estão chamados a serem um referencial inovador de ensino, com qualidade e paixão.

De acordo com a Diretora do Colégio Franciscano São José, Ir. Silvana Arboit, “vivemos um momento muito significativo e histórico, no qual concretizamos o objetivo de elaborar as Linhas Gerais de Ação Evangelizadora Congregacional que orientarão nossa missão educativa, e que contribuirão para a ressignificação da nossa presença missionária em nossas instituições educativas, a fim de dar respostas significativas aos novos tempos”, explicou.

 Para a coordenadora Cleci Lovera, “a inquietude que move a Congregação e, certamente, me move, nos projetará a novos olhares e perspectivas acerca dos desafios que estes novos tempos nos trazem. Consciente de minha missão, como simples obreira, ratifico meu encantamento e profunda gratidão pelo privilégio de ter participado desse momento tão significativo” detalhou.

Comentários estão fechados.