Audiência pública em Machadinho define ações em prol da conclusão da obra da ERS-442

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Em Machadinho, o deputado estadual Gilmar Sossella (PDT) presidiu na sexta-feira (6) a audiência pública da Comissão de Assuntos Municipais da Assembleia Legislativa, que reforçou o pedido pelo asfaltamento da ERS-442. Ao todo, são 22 quilômetros que precisam ser pavimentados entre o município e São José do Ouro.

O encontro reuniu os prefeitos Hamilton Centeleghe (Machadinho), Antonio José Bianchin (São José do Ouro), Ediomar Bresolin (Paim Filho) e Dirlei Bernardi dos Santos (Maximiliano de Almeida), o presidente da Câmara de Vereadores de Machadinho Gerson Debiase, o deputado Altemir Tortelli (PT), entre outras lideranças.

Após a manifestação dos participantes, foi definido a realização de ações em prol da conclusão da obra. Entre elas, a criação de um grupo de trabalho, com a participação dos integrantes da mesa e de dez pessoas que se pronunciaram durante a audiência; o desenvolvimento de projeto para buscar recursos junto ao Ministério do Turismo por meio da criação da Rota das Águas Termais; a visita a Pareci Novo para verificar como foi feito a ligação asfáltica no município; entre agosto e setembro fazer uma mobilização junto a Bancada Federal gaúcha para disponibilizar recursos para a conclusão da obra; e verificar junto ao Daer a situação de como está o projeto de engenharia da rodovia.

A audiência pública havia sido solicitada em outubro de 2017 pelo prefeito Centeleghe durante visita ao gabinete de Sossella. Na ocasião, ele entregou um abaixo-assinado com mais de 1,2 mil assinaturas em favoráveis à retomada da obra de asfaltamento.

Também participaram do encontro o assessor da Comissão de Assuntos Municipais Evandro Benites, e os assessores parlamentares Jackson da Silva, Marcelo Begnini e Alencart Loch.

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais