Aquecer a casa em dias frios exige cuidados para evitar incêndios

Na coluna da semana passada escrevi sobre as casas desabitadas e obras abandonadas em Erechim e comentei que nestes locais incêndios provocados por invasores, não eram tão incomuns assim. O texto circulou na edição de sexta-feira (1º), foi publicado no site do Jornal Boa Vista no sábado (2) e no domingo (3) tivemos mais um caso, desta vez no Loteamento Amanhecer, onde uma casa desabitada foi completamente destruída pelas chamas. A situação só não tomou proporções maiores porque o Corpo de Bombeiros agiu rápido e impediu que o fogo se alastrasse para residências próximas.
E saindo do tema locais abandonados, mas permanecendo no assunto incêndios, com a chegada dos dias frios, é necessário que a população tome precauções na hora de tentar aquecer sua moradia. Nesta época aumenta o uso de aquecedores a gás ou elétricos, calefatores, lençóis térmicos, fogões a lenha, lareiras e basta uma fagulha ou uma sobrecarga elétrica para que ocorra uma tragédia.
De acordo com especialistas, os aquecedores geram um alto consumo de energia elétrica, então é necessário que antes de usá-los, moradores verifiquem se a residência possui uma instalação capaz de suportar sua potência, caso contrário aumenta significativamente o risco de um curto-circuito, sobreaquecimento da fiação ou faíscas. Nos modelos a gás, o risco está no vazamento e na concentração de gás devido à má ventilação do local.
Nos fogões a lenha é preciso manter a limpeza e manutenção das chaminés, também é aconselhável que a portinhola não fique aberta, já que fagulhas podem saltar do seu interior durante a queima da madeira, a mesma preocupação existe com as lareiras.
Para aquecer o seu ambiente com segurança, o Corpo de Bombeiros Militar do RS fornece algumas dicas:
1 – Mantenha em dia a limpeza e manutenção de chaminés. A queima de alguns tipos de lenha gera resíduos que ficam acumulados na chaminé, podendo entrar em combustão quando expostas a calor excessivo.
2 – Instale as chaminés corretamente. Utilize as peças necessárias para evitar a propagação do calor no forro do cômodo e no madeiramento do telhado.
3 – Utilize telas específicas em frente às lareiras, para evitar que fagulhas saltem para fora.
4 – Não estenda roupas sobre o fogão a lenha, as mesmas podem cair sobre a chapa de ferro e causar um incêndio. Varais devem estar a pelo menos um metro de distância do fogão, lateralmente. O mesmo vale para aquecedores.
5 – Antes de dormir, certifique-se de que o fogo da lareira ou fogão a lenha tenha se apagado.
6 – Preferencialmente aqueça o quarto antes de dormir, evitando deixar aquecedores e lençois térmicos ligados durante o sono.
7 – O aquecimento de um ambiente gera ressecamento do ar e queima de oxigênio, portanto deixe sempre uma entrada de ar liberada. Jamais mantenha todas as portas e janelas fechadas, a queda nos níveis de oxigênio pode ocasionar desmaios e até óbitos.

 

Por Alan Dias

Comentários estão fechados.