Marcelino Ramos decreta situação de emergência em razão da estiagem e aguarda visita da Defesa Civil

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

O prefeito de Marcelino Ramos, Juliano Zuanazzi, decretou nesta sexta-feira (08) situação de emergência na área rural do município em razão da estiagem que se prolonga desde o mês de dezembro. Dados mostram que até o mês de abril o acumulado pluviométrico foi de 466mm, menos da metade do previsto para o previsto. Está faltando água para o consumo humano e também animal em algumas propriedades e há perdas na maioria das culturas, segundo consta no decreto publicado na tarde desta sexta-feira e enviado ao Portal de Marcelino.

A Defesa Civil vai estar no município na semana que vem avaliando as perdas que foram apontadas no relatório. “Havíamos recebido os laudos técnicos da Emater ainda no decorrer da semana e estávamos compilando as demais informações que se faziam necessário. E pela manhã foram transmitidos os dados para a defesa Civil estadual, retornando após a confirmação de que eles virão fazer as vistorias técnicas no município para Homologar ou não o nosso Decreto” explicou o prefeito ao Portal.

O prefeito acredita que o decreto deverá ser homologado pela Defesa Civil em razão das perdas. “ Acompanhamos estes últimos dias a redução da produção leiteira,  pastagens e a própria silagem do milho safrinha foi muito afetado nestes últimos 15 dias, além é claro da falta de água que se verifica no leito dos rios e sangas do interior que o de não secou o fluxo d’água é diminuto e muito reduzido” disse ele.

Fonte: Portal de Marcelino Ramos 

Get real time updates directly on you device, subscribe now.