Vereador Ale Dal Zotto solicita melhorias na iluminação pública do município

Uma das mais frequentes queixas da comunidade erechinense diz respeito à qualidade da iluminação pública oferecida atualmente. São muitos os trechos do município em que a luz é insuficiente ou mesmo inexistente, o que coloca em risco a integridade das pessoas que circulam por esses lugares. Ciente de que esta área necessita de uma série de melhorias urgentes, o vereador Ale Dal Zotto (PSB) solicitou ao Poder Executivo, na sessão ordinária da última segunda-feira (7), a substituição das lâmpadas utilizadas hoje por lâmpadas de LED, bem como investir em energia solar para abastecimento dos postes. A proposição foi aprovada por unanimidade na Casa.

De acordo com o parlamentar, uma cidade que acaba de comemorar seus 100 anos, como Erechim, deveria estar mais bem cuidada, sobretudo em uma área tão relevante como a iluminação pública. Segundo Dal Zotto, não são poucos os problemas que se apresentam: lâmpadas que queimam facilmente e permanecem acesas durante o dia, o que encarece a conta do contribuinte que paga uma taxa pelo serviço. “Ainda pela questão de segurança, que hoje é um anseio muito forte de nossa sociedade, quanto mais iluminadas as vias, menos chances de ocorrerem situações como assaltos”, afirma o edil.

Dal Zotto explica que, inicialmente, a mudança poderia ocorrer nas duas principais avenidas da cidade, a Sete de Setembro e a Maurício Cardoso. A ideia é que, em até cinco anos, todo o município seja contemplado com a nova e econômica iluminação. “As lâmpadas que vemos nos postes estão defasadas. Sugerimos a colocação de lâmpadas de LED, aproveitando a energia solar por meio de placas fotovoltaicas, que transformam essa energia captada em energia elétrica, oi que nos próprios postes com LED se invista em energia renovável e sustentável, sustentando o meio ambiente”, reforça.

Para que haja uma adesão mais rápida e efetiva desta medida – inclusive por pessoas físicas e jurídicas, que podem adotar este tipo de energia em suas residências e estabelecimentos –, o vereador sugere ao município que proceda com algum incentivo, como, por exemplo, desconto no Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e no Imposto Sobre Serviços (ISS). “É urgente que entremos para o rol dos municípios que preservam e são amigos do meio ambiente. A energia solar pode e deve ser aproveitada em favor da comunidade, é uma energia limpa”, completa Dal Zotto.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais