Governo do RS autoriza comércio não essencial em finais de semana e amplia horário de bares e restaurantes

Decreto será publicado nesta sexta-feira (9) e novas regras passam a valer neste sábado (10)

Após seis semanas consecutivas com todo o território gaúcho sob bandeira preta nos indicadores de risco da pandemia, o governador Eduardo Leite anunciou nessa sexta-feira (9) uma flexibilização geral nos protocolos de distanciamento controlado.

As novas regras já estarão vigentes a partir deste sábado (10) e beneficiam supermercados, restaurantes, bares, academias, templos religiosos, parques, comércio não essencial e sistema de transporte coletivo. Entre as principais medidas estão a autorização para abertura do comércio não essencial aos finais de semana e a ampliação do horário de funcionamento de bares e restaurantes.

Em uma live transmitida pelas redes sociais do governo no início da tarde, Leite afirmou que as medidas foram tomadas após análise criteriosa dos dados sobre os níveis do contágio por covid-19 no Estado. Um decreto oficializando os novos critérios para manutenção da atividade econômica será publicado ainda nesta sexta-feira.

Mostrando os gráficos de contaminação, Leite detalhou como a Secretaria da Saúde registrou em 31 de janeiro o aumento nas contaminações, culminando com um pico de 11 mil casos justamente em 27 de fevereiro, quando foi suspensa a cogestão do sistema de distanciamento controlado. Desde então, apontou o governador, teve início uma queda nos índices de contaminação.

— Conseguimos derrubar a taxa de contágio. Era de 2,2 no momento mais crítico, agora está ao redor de 0,9 — exemplificou.

Leite salientou a necessidade de ampliação da estrutura de fiscalização. Ao citar a liberação de R$ 4,4 milhões para os municípios ampliarem as equipes de fiscais, destacou que 400 prefeituras já formularam e submeteram ao gabinete de crise planos locais de apertar o rigor das vistorias.

Nos próximos dias também será atualizado o sistema do Disque-Denúncia. Atualmente, o governo já recebe informes de crimes e irregularidades pelo telefone 181. Agora, o sistema será ajustado para receber denúncias de infração aos protocolos contra covid. Será possível inclusive enfiar fotografias de eventuais descumprimento das regras.

Fonte: GaúchaZH