Ordenação diaconal de futuro padre na igreja São Cristóvão de Erechim

Dom José ordenou diácono o seminarista Felipe Fioravante Filippini na igreja São Cristóvão de Erechim, às 19h30 desta sexta-feira, em missa concelebrada por 23 padres e participada por 4 diáconos, religiosas, seminaristas, fiéis da Paróquia local, da comunidade Cristo Rei, Lajeado Paca, da Catedral São José, onde a família do ordenado reside, e de Getúlio Vargas, onde ele trabalhará neste ano.

Foi a segunda ordenação diaconal nesta semana. Domingo passado foi ordenado Lucas André Stein, na comunidade de Rio Branco, Paróquia São Francisco de Assis de Mariano Moro.

Pe. Anderson Faenello, Pároco da Paróquia São Cristóvão, acolheu e apresentou os diversos participantes. Pe. Sala e equipe animaram os cantos.

Na homilia, Dom José refletiu a partir da passagem do Evangelho que narra o encontro dos discípulos de Emaús, da qual o novo diácono escolheu seu lema, “Jesus se aproximou e caminhou com eles”. Aqueles discípulos voltavam de Jerusalém para sua casa, amargurados e decepcionados depois da morte de Cristo que haviam seguido. Sem eles o reconhecerem, o próprio Jesus os alcançou e andou com eles, explicando-lhes o que era dito a seu respeito na Sagrada Escritura. Com a luz da Palavra de Deus, reconheceram que era ele próprio, o Bom Samaritano que lhes curou as feridas da decepção e lhes devolveu a alegria e a esperança. O bispo ressaltou que o seminarista Felipe seria ordenado diácono para servir aos irmãos e irmãs na Igreja comunidade de fé, como discípulo missionário de Cristo. Ele também destacou que Cristo continua a caminhar com todas as pessoas em sua peregrinação de fé, de modo especial quando passam por dificuldades, renovando-as em sua graça para prosseguirem até a casa do Pai. Concluiu sua mensagem ao povo exortando o jovem Felipe a cumprir generosamente a vontade de Cristo, a servir com alegria tanto a Deus como aos irmãos e irmãs e que, no silêncio de seu coração, peça diariamente a graça de conhecer os caminhos divinos.

Em seguida, Pe. Clair Favreto, reitor do Seminário Maior São José, pediu ao Bispo que ordenasse diácono o jovem Felipe, informando que estava devidamente preparado para tal ministério. Depois de interrogá-lo sobre suas disposições pessoais para a ordenação, Dom José convidou o povo a cantar a ladainha de todos os santos, impôs as mãos sobre o jovem e recitou a oração da Igreja para o momento. A família do jovem o revestiu com a estola e a túnica próprias do diácono e Dom José lhe entregou o livro dos Evangelhos, símbolo da missão de anunciar e viver a Boa Nova da Salvação.

No final da celebração, Dom José agradeceu a todos pela oração e ajuda financeira pelas vocações, ressaltando que Deus sempre acolhe o que se pede com fé. Recomendou que as famílias e as comunidades continuem a rezar com toda confiança por todas as vocações, especialmente as sacerdotais e religiosas.

O novo diácono também dirigiu sua mensagem aos presentes. Manifestou sua gratidão a Deus, fonte de todos os dons, à sua família, ao Bispo, aos padres, particularmente aos formadores, à comunidade em que nasceu e àquelas nas quais exerceu trabalhos pastorais. Recordou Dom Girônimo e o Pe. Luiz Warken que se encontram enfermos, pedindo a oração por eles.

Concluída a celebração, houve confraternização no salão paroquial com alimentos partilhados pelos participantes.

Comentários estão fechados.