Erechinenses indignados com o matagal dos passeios públicos

Durante a semana a assessoria de comunicação do município enviou a imprensa uma matéria sobre a importância de manter terrenos limpos, em Erechim. Assim que postada pelo Jornal Boa Vista e divulgada na Rádio Cultura, uma “chuva” de ligações e comentários/fotos na postagem do jornal davam conta das mais diferentes indignações.

Além dos relatos dos terrenos baldios nos mais diferentes bairros da cidade, as principais queixas referem-se a falta de manutenção/limpeza dos passeios públicos.

Quando o assunto são os terrenos, um dos leitores diz que perto da sua residência tem uma vasta área com mato e os mais diferentes animais peçonhentos. “Faz anos que frequento a prefeitura para que o dono limpe, a última vez tive que ouvir asneiras do pessoal da secretaria do Meio Ambiente (fiscalização). O proprietário limpou só uma parte e o fiscal passou a mão na cabeça alegando que o terreno é muito grande”.

Já uma leitora lembrou de outra dificuldade: “O problema é que a denúncia é só pessoalmente, uma vez dava para fazer pela ouvidoria. Agora, o meio ambiente devolve para a ouvidoria a reclamação e não cumpre”.

Mas, as principais reclamações referem-se aos passeios públicos, os leitores concordam que a limpeza dos terrenos é necessária, mas cobram a municipalidade: “Concordo com a limpeza, agora a própria prefeitura não faz a parte que lhe compete, a exemplo dos passeios públicos na rua Sidney Guerra. As pessoas são obrigadas a dividir a pista com os automóveis para poderem se deslocar, isso ninguém da prefeitura observa. Até quando?”, questiona moradora das redondezas.

As fotos asseguram a fala de cada leitor, o passeio da Rua João Batiston até a esquina com a Luiz Francisco Baratieri, está tomado pelo matagal, na Torres Gonçalves, nas proximidades do INSS, a situação é muito parecida.

O mesmo se repete na Rua Fausto Demoliner, Rua Zero Hora e tantas outras mencionadas.

Por Carla Emanuele 

 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais