Roda de Conversa sobre Gênero pauta encontro no CREAS

Tendo como local a sede do CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), ocorreu na tarde desta segunda-feira, 8, a Roda de Conversa Sobre Gênero, dentro da Campanha Nacional Outubro Rosa, desenvolvida entre as Pastas da Assistência Social e Saúde. Focada na questão da violência contra a mulher, atividade contou com a apresentação do documentário catarinense “Sozinhas”.

Os trabalhos foram abertos pela Assistente Social Cláudia Pires, Chefe do CREAS, oportunidade em que destacou o tema de extrema importância, ou seja, a violência contra a mulher. Uma oportunidade de iniciar um debate (grupo de estudos com parceiros), troca de informações sobre o tema e um momento de reflexão entre todos.

Pontuou-se que muitos casos de violência chegam ao CREAS no que se refere contra a mulher, ou seja, de janeiro a setembro foram 97 casos de mulheres atendidas, 40 de violência física, 10 de violência sexual e 14 de violência psicológica.

“A partir de agora é necessário fazer uma reflexão, principalmente no que se refere a questão de gênero. Foram levantados 49 casos de ameaças contra a mulher, 164 casos com lesão corporal, mas nem todos chegam até nós. Com relação a estupro, são oito em Erechim”.

Na oportunidade foi apresentado um áudio visual que faz um levantamento das escolhas individuais e o que isso traz de problemas através das escolhas da sexualidade.

Foram relatados casos reais e a discussão sobre o tema e a sociedade. “Os olhares têm que ser observadores e críticos. Há a necessidade de identificar as questões de gênero na sociedade. Começar a pensar e discutir sobre o tema, olhar a atitude, não de julgamento”.

 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais