Erechim debate implantação de Unidade de Referência em Piscicultura

O assistente técnico estadual em Piscicultura da Emater/RS-Ascar, Henrique Bartels, esteve em Erechim, nesta quarta-feira (06/02), participando de uma reunião com o assistente técnico regional em Sistemas de Produção Animal, Vilmar Fruscalso. O objetivo foi debater ações de trabalho voltadas a atividade na região do Alto Uruguai.

A reunião aconteceu na sede do Escritório Regional da Emater/RS-Ascar com a presença do gerente adjunto Marcos Gobbo. A ideia é implantar uma Unidade de Referência Tecnológica (URT) em Piscicultura na região do Alto Uruguai. Além de ações para fomentar a produção e comercialização, foram avaliados outros temas como legislação, mercado e a liberação da criação da tilápia na Bacia do Rio Uruguai, que estava proibida há 15 anos. A regularização definitiva da atividade depende agora de portaria da Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura.

Bartels e Fruscalso, acompanhados do técnico em Agropecuária do Escritório Municipal da Emater/RS-Ascar de Erechim, Adriano Szynkaruk, também visitaram a propriedade do produtor Vonei Kuskoski, localizada em Erechim, com produção de peixes. Na região do Alto Uruguai, produtores de 23 municípios estão envolvidos com a piscicultura. Entre as principais espécies comercializadas estão as carpas, principalmente a Capim, e tilápias.

A Emater/RS-Ascar, através de seus escritórios municipais, planeja e executa várias atividades nas áreas de piscicultura durante o ano junto aos agricultores. Os extensionistas elaboram projetos de viveiros e orientam os produtores na construção, na calagem e na adubação dos mesmos, na introdução dos alevinos, no manejo e controle da qualidade da água, na alimentação dos peixes, no controle das doenças, na despesca, na comercialização da produção e nas formas de consumo.

 

 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais