Após 800 anos, ‘Estrela de Natal’ se formará no céu e será visível em dezembro

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Um fenômeno que não acontece há 800 anos vai se repetir no dia 21 de dezembro de 2020. O evento, que poderá ser visto, se trata do alinhamento entre Júpiter e Saturno. A formação criará um ponto de luz radiante que é conhecido como “estrela de Belém” ou “estrela do Natal”.
A última vez que o alinhamento desses planetas ocorreu e causou o fenômeno foi na Idade Média. De acordo com o astrônomo Patrick Hartigan, em entrevista a Forbes, o alinhamentos dos dois planetas é extremamente raro.

A última vez que o alinhamento desses planetas ocorreu e causou o fenômeno foi na Idade Média. De acordo com o astrônomo Patrick Hartigan, em entrevista a Forbes, o alinhamentos dos dois planetas é extremamente raro.

“Ocorre uma vez a cada 20 anos ou mais, mas essa conjunção é excepcionalmente rara por causa de quão próximos os planetas parecerão estar um do outro. Você teria que voltar até pouco antes do amanhecer de 4 de março de 1226 para ver um alinhamento visível desse no céu noturno”, afirmou.

Os planetas estarão mais próximos no dia 21 de dezembro, mas a “Estrela do Natal” será visível de qualquer lugar do planeta por cerca de uma hora após o pôr do sol no hemisfério norte durante toda a quarta semana de dezembro.

A próxima vez que o evento deve ocorrer só será em 15 de março de 2080, afirma o especialista.

Fonte: IG

Get real time updates directly on you device, subscribe now.