Reconstituição do “Café Grazziotin”: momentos de grande emoção na Frinape

Para relembrar, contar, recontar e tornar conhecida a história de Erechim, a Cidade da Cultura, em sua Estação Bota Amarela, no segundo piso Pólo de Cultura, no parque Associação Comercial, Cultural e Industrial de Erechim (ACCIE), reconstrói o Café Grazziotin.

Na manhã desta quarta-feira (7) duas das idealizadoras desta iniciativa, Helena Confortin e Maria Vanda Groch, durante entrevista, convidaram a população em geral, especialmente os grazziotineiros a participarem deste momento único.

“O Café Grazziotim contará com encontros diários temáticos sobre a história de Erechim. Nesse espaço os “grazziotineiros” terão a oportunidade de relembrar, com muita emoção, momentos vividos e que marcaram as suas vidas, compartilhar suas vivências.  O local durante décadas foi o centro social, cultural, político e esportivo da nossa centenária Erechim. Era também um santo casamenteiro, espaço de namoro, gracejos e batizados. Ficava nas proximidades do Bar Vitamina e Bar cremoso. Conseguimos o cardápio da época, montamos espaço de fotos, um palco para relembrar as cantorias de Luiz Gonzaga e tantos outros nomes que passaram no café”, disseram as idealizadoras.

O Café Grazziotin, localizado na Av. Maurício Cardoso, onde hoje está instalada a Droga Raia, foi um dos mais democráticos espaços, segundo seus antigos e fiéis frequentadores, que Erechim já teve. Durante 25 anos foi o centro das atenções de toda a vida social de Erechim.

 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais