Reconstituição do “Café Grazziotin”: momentos de grande emoção na Frinape

Para relembrar, contar, recontar e tornar conhecida a história de Erechim, a Cidade da Cultura, em sua Estação Bota Amarela, no segundo piso Pólo de Cultura, no parque Associação Comercial, Cultural e Industrial de Erechim (ACCIE), reconstrói o Café Grazziotin.

Na manhã desta quarta-feira (7) duas das idealizadoras desta iniciativa, Helena Confortin e Maria Vanda Groch, durante entrevista, convidaram a população em geral, especialmente os grazziotineiros a participarem deste momento único.

“O Café Grazziotim contará com encontros diários temáticos sobre a história de Erechim. Nesse espaço os “grazziotineiros” terão a oportunidade de relembrar, com muita emoção, momentos vividos e que marcaram as suas vidas, compartilhar suas vivências.  O local durante décadas foi o centro social, cultural, político e esportivo da nossa centenária Erechim. Era também um santo casamenteiro, espaço de namoro, gracejos e batizados. Ficava nas proximidades do Bar Vitamina e Bar cremoso. Conseguimos o cardápio da época, montamos espaço de fotos, um palco para relembrar as cantorias de Luiz Gonzaga e tantos outros nomes que passaram no café”, disseram as idealizadoras.

O Café Grazziotin, localizado na Av. Maurício Cardoso, onde hoje está instalada a Droga Raia, foi um dos mais democráticos espaços, segundo seus antigos e fiéis frequentadores, que Erechim já teve. Durante 25 anos foi o centro das atenções de toda a vida social de Erechim.

 

Comentários estão fechados.