Romeiros enfrentam chuva, confirmando sua fé pela graça da mensagem de Fátima

133

Pe. Clair Favreto, Reitor do Seminário maior São José da Diocese de Erexim em Passo Fundo para os seminaristas da filosofia e teologia, presidiu a procissão e a missa, com a presença deles e da equipe de música, canto e animação da romaria.

Inicialmente, em sua homilia, Pe. Clair destacou a chuva de bênçãos derramadas nas seis aparições de Fátima ajudaram a muitas pessoas a perseverarem na fé em Cristo Ressuscitado. Explicitou alguns conceitos da graça, entre eles a relação amorosa de uma pessoa para outra. Exemplificou isto no amor de um pai, de uma mãe para com seu filho. É expressão do amor de Deus com cada pessoa humana. Ele amou tanto a todos que enviou seu Filho ao mundo para salvar todos os que nele acreditassem. Assim, a graça é a nova maneira transformada de existir, em comunhão com Deus, que é vida em plenitude divina. Jesus, assumindo a natureza humana lhe deu dimensão divina. E isto foi possível porque Maria acreditou e aceitou ser a mãe de Jesus, que a entregou-a como nossa Mãe, antes de sua morte na cruz, porque não quer nos deixar abandonados. Por fim, observou que as pessoas podem causar desgraças ou serem sinais da graça divina. Sendo corruptas, roubando, trapaceando os outros, causam desgraça. Vivendo a verdade, praticando a justiça, sendo solidárias e fraternas, especialmente com os pobres, são sinais do amor de Deus.

Você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.