O que pensa o novo presidente do Ypiranga para sua gestão

303

Na última semana, o presidente eleito do Ypiranga, Adilson Stankiewicz, participou do programa BV Esportes, da Rádio Cultura, onde falou sobre diversos assuntos relacionados ao seu mandato que inicia oficialmente em 2018, mas que nos bastidores iniciou logo depois do resultado da eleição. Além de falar da montagem de sua diretoria, Stankiewicz comentou sobre o colegiado que será montado para administrar o futebol e a contratação de um gerente de futebol. No entanto, titubeou quando o assunto relacionou-se às finanças.

 

Diretoria

No dia da eleição, Stankiewicz fez questão de anunciar João Aleixo Bruschi e Osmar Tonin – ambos ex-presidentes -, como os dois primeiros membros da nova diretoria. Bruschi e Tonin serão responsáveis pelo departamento de patrimônio do clube. Na entrevista ao BV Esportes, ainda revelou o nome de praticamente todos os demais diretores, há exceção das duas principais funções no clube: administração e futebol. A certeza é que no futebol será montado um colegiado de pessoas, que ainda não foram anunciadas. A figura do diretor de futebol pode não existir em razão deste colegiado.

 

Departamento de Futebol

No futebol o presidente deixou claro que estará presente e atuante. Entretanto um gerente de futebol deverá ser contratado para realizar a gestão juntamente com o colegiado. O anúncio oficial com o nome de todos os dirigentes deve ocorrer em até quinze dias.

 

Gerente de Futebol

Aliás, o próprio presidente destacou que o nome de Renan Mobarack é o mais cotado para assumir tal cargo, porém, ainda há resistências internas. O executivo de futebol tem o respaldo de alguns importantes dirigentes canarinhos. Segundo informações, o próprio presidente está fazendo alguns contatos com jogadores, dirigentes e outros profissionais que já trabalharam com Mobarack, mas ele, ainda não foi contatado.

 

Finanças

Quando o assunto perpassou pela saúde financeira do Ypiranga, Stankiewicz preferiu deixar para o ainda presidente do clube, Luís Felipe De Marchi (Tobata), anunciar a real situação do Canarinho. Nos bastidores especulam-se vários valores, porém ninguém confirma. A única certeza que se tem é que a dívida passa de R$ 1,2 milhões. Um empréstimo junto ao Sicredi já foi encaminhado pela nova direção.

 

Objetivos

O principal objetivo da gestão de Stankiewicz é recolocar o Ypiranga na elite do futebol gaúcho, já na próxima temporada. A manutenção na Série C em 2018 também é um objetivo do novo presidente. Buscar acesso para a Série B é um sonho, mas para a próxima temporada a meta é a manutenção da vaga no certame nacional.

 

Copa Paulo Sant’Ana

A eliminação do Ypiranga na Copa Paulo Sant’Ana para o Aimoré, foi a cereja do bolo de um ano terrível para o Canarinho. A eliminação da Copinha rechaçou a possibilidade de disputar mais uma edição da Copa do Brasil em 2018. Por outro lado, o resultado adverso da última segunda-feira (2), deverá antecipar as mudanças internas. Conforme uma fonte informou à coluna, o atual presidente deu carta branca para Adilson Stankiewicz promover as alterações, mesmo que a nova direção assuma oficialmente só em dezembro.

 

Fabio Lazzarotto / JBV Online

Você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.