PP, PSDB, PDT, PL e PT estão com dificuldade para fechar uma coligação

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Os partidos que fazem parte do governo Schmidt e Lando, estão enfrentando dificuldade em encontrar um nome para unir todos os partidos, como sonham os caciques da política de Erechim. O atual vice-prefeito, Marcos Lando (PDT), não abre mão da pré-candidatura a prefeito, da mesma forma, Roberto Fabiani (PSDB).

Já o PP tem dificuldade de indicar o vice na chapa de Lando, Fabiani ou Pagliosa, por falta de um acordo entre os três pré-candidatos. O PDT de Marcos Lando chegou a lançar uma dobradinha própria, Lando e Provin, mas que também não deu certo.

Já o Cláudio Pagliosa (PL) pode buscar um outro vice fora destes partidos ou, vai ficar sozinho. Segundo alguns membros dos caciques da política local, o PL tem poucos nomes como pré-candidatos a vereador.

Dos três, quem pode ter uma solução mais rápida é o Lando, fechando com o PT. Já o PT se não fechar uma coligação com o Lando, corre sério risco de ficar sozinho. O PSDB aposta numa coligação com os Progressistas e pode ter uma mulher como vice do Roberto Fabiani. O nome da Marines Ronsoni pode ser a surpresa.

Por Egidio Lazzarotto

Get real time updates directly on you device, subscribe now.