Erechim ocupa o segundo lugar no RS dentre os municípios com menor número de homicídios

O Prefeito Schmidt recebeu com satisfação o resultado de levantamento feito pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) que analisou a taxa de homicídios nos municípios com mais de 100 mil habitantes. Erechim ocupa o segundo lugar no Rio Grande do Sul dentre os com menor número de mortes dessa natureza.  O Atlas da Violência analisou este quesito onde a cidade polo do Alto Uruguai aparece em 18º lugar entre as 19 pesquisadas.

Para o Prefeito providências tomadas pela atual administração municipal no sentido de coibir atos violentos contribuem para o resultado positivo do estudo que teve como base o ano de 2017. “Buscamos prestar uma assistência completa ao cidadão em todas as suas fases e âmbitos. Nos empenhamos em trabalhos de suporte psicológico, acolhimento, orientação, mantemos programas como de prevenção às drogas e escolas de tempo integral. São só exemplos de toda uma cadeia que gira em torno da questão e que a beneficia grandemente”, observa Luiz Francisco Schmidt.

As questões colocadas são endossadas por detalhes do levantamento como o que conclui que as cidades mais violentas têm o percentual quatro vezes maior que as menos violentas de jovens de 15 a 24 anos que não estudam, não trabalham e são vulneráveis à pobreza. Além das políticas públicas adotadas em Erechim que incluem abertura de novos postos de trabalho, acesso facilitado à Educação, o Projeto Sentinela com câmeras instaladas na cidade controlando sua movimentação 24 horas, é outra grande ferramenta de controle da violência.

A diferença entre os índices de desenvolvimento humano entre as mais e menos violentas é determinante. Schmidt destaca “Aqui temos Ideb que se compara com o de cidades de países desenvolvidos. Erechim atingir esta colocação no Estudo do Ipea só confirma que estamos no caminho certo”.

Comentários estão fechados.